Tag viagem de avião

Viajar de avião está 35% mais caro nos últimos 4 meses

preço de passagem aereaViajar de avião neste segundo semestre do ano pode representar mais gastos comparado ao valor pago do ano passado. Acontece que segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os preços das passagens aéreas estão 35,9%, mais caros desde junho. Por isso, é preciso planejar para não sentir as variações de custos neste finalzinho de ano. Quanto o preço sobe, a procura pelo serviço cai, é um dos efeitos do reajuste no valor das passagens. De acordo com levantamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a procura por embarques aéreos do Brasil caiu após as novas regras.

Em maio, por exemplo, mês anterior à aprovação da cobrança de bagagem, quase 200 mil passageiros deixaram de viajar de avião durante este período. Segundo as agências de viagem, a alta nos preços das tarifas de avião foi responsável pela queda de 20% na procura por viagens domésticas, entre junho e setembro. O aumento das tarifas aéreas entre junho e setembro sofreu impacto de feriados e eventos de grande expressão no país. O valor da tarifa aérea também está relacionado à falta de competitividade no setor. A aviação do Brasil está concentrada em poucas empresas, o que dificulta a competição de preços.

Dicas para economizar no transporte aéreo do Brasil

Há várias dicas que podem tornar a viagem mais econômica, uma delas é antecipar a reserva da passagem. Porém, é preciso ficar atento as promoções das companhias aéreas e optar pelos voos em escaladas ou embarques não convencionais, já que custam menos. Outra opção é baixar aplicativos para comparar preços e ofertas antes de decidir pelo melhor itinerário.

Para AAM preço de passagens aéreas em Amazonas é inacessível

Viagens aéreas ficaram mais baratas.

Viagens aéreas ficaram mais baratas.

Falta uma boa grana para garantir a passagem aérea de volta, reservada através de uma das companhias de avião que trafegam por municípios do Amazonas. O preço praticado em boa parte das linhas intermunicipais não reflete a realidade apresentada na estrutura aeroportuária e nas manutenções das aeronaves que atendem todo o Estado. Segundo a Associação Amazonense dos Municípios – AAM, o sistema de transporte aéreo do Estado Amazonense está completamente comprometido, pondo em risco a integridade física de passageiros, em voos de longa distância. A precariedade é tão grande que chegou a virar tema para um estudo realizado pela AAM em parceria com a Secretaria de Aviação Civil do Governo Federal.

Valores
Atualmente, quem reserva a passagem de avião entre o trecho de Manaus a Eirunepé, a uma distância de 1.159 quilômetros, paga mais de R$ 1,500 pela viagem. Uma linha com pouco mais de 800 quilômetros de distância do local de embarque, também custa mais de R$ 1 mil.

Reformas
Segundo o levantamento feito pela Secretaria de Aviação Civil do Governo Federal, 25 aeroportos necessitam urgentemente de reformas, com a construção de novos terminais de passageiros, pistas de pouso e balcões de atendimentos. O investimento é de mais de R$ 1,5 bilhão e o prazo para início das obras está previsto para daqui a três meses.

Reajuste
Até o ano acabar, a direção do Programa Federal de Aeroportos da Secretaria de Aviação Civil, acredita que o valor das passagens aéreas de linhas intermunicipais em Amazonas, deve diminuir. As tarifas aéreas serão reduzidas, já que várias aeronaves de grande porte, como o ATR 600 – com capacidade para transportar mais de 70 passageiros, poderão fazer pousos e decolagens nas pistas reformadas, aumentando significativamente o fluxo de viagens aéreas e de empresas do setor que operam na região.

Argentinos foram os que mais compraram passagens rodoviárias

Argentinos preferiram andar de ônibus.

Argentinos preferiram andar de ônibus.

Apesar de terem ficado com um simbólico segundo lugar na disputa da Copa do Mundo do Brasil, os argentinos foram os campeões em viagens realizadas dentro do país durante o torneio da FIFA. Seguido pelos americanos, que nos últimos anos começaram a dar mais valor para o futebol, nossos “hermanos” foram os turistas estrangeiros que mais compareceram nos estádios e preferiram os serviços rodoviários na hora de se locomover. Estudos realizados por agências de turismo na internet comprovam que a invasão dos vizinhos sul-americanos acompanhada pela TV também se fez presente nos principais terminais rodoviários das cidades-sede da Copa. Devido à crise econômica nacional e a proximidade entre os países, muitos vieram prestigiar a seleção argentina, de ônibus fretado ou veículo particular. Por isso, quando foi preciso chegar até os estádios de futebol, as reservas de passagens rodoviárias foram inevitáveis.

Mesmo aqueles que se deram o luxo de voar pelos ares brasileiros, tiveram que se render as companhias de ônibus do Brasil para poder concluir o trajeto, já que muitas linhas aéreas beneficiam a venda de passagens de ônibus nas capitais. Segundo o levantamento, os argentinos foram os que mais fizeram viagens de ônibus, somando 25% do total de bilhetes rodoviários vendidos neste período. Os turistas de fora do país que mais procuraram pelos ônibus rodoviários, depois dos argentinos, foram os americanos, que contabilizam 18% das viagens em sites como o Quero Passagem.

A startup lançada no final do ano passado, foi a primeira do setor a implantar versões em inglês e espanhol e oferecer formas de pagamento com cartões internacionais, sem a necessidade de informar o número do CPF. Segundo a agência online que vende mais de três mil destinos rodoviários, uruguaios, colombianos, franceses, mexicanos, chilenos e alemães somaram pouco mais de 20% das vendas estrangeiras do site. Por causa do bom chaveamento dos jogos e das duas partidas disputadas pela seleção brasileira no estádio Mineirão, Minas Gerais foi o Estado que mais registrou embarques de viagens interestaduais durante o Mundial. No Nordeste do Brasil, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza foram os destinos mais acessados nos últimos 30 dias.

Viagem aérea não evita reservar passagens rodoviárias

Haverá linhas de ônibus especiais para desembarque em aeroporto.

Haverá linhas de ônibus especiais para desembarque em aeroporto.

Mesmo aqueles que decidirem viajar de avião pelas linhas interestaduais do Brasil terão que se render ao serviço rodoviário para chegar até os principais hotéis de Porto Alegre ou ir até os estádios, durante os jogos da Copa do Mundo.
Pelo menos cinco novas linhas de ônibus foram criadas para atender turistas e torcedores que dependerão do transporte assim que desembarcarem no Aeroporto Salgado Filho.
Segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), as linhas especiais serão válidas apenas em dias de jogos na capital do Rio Grande do Sul, já que é uma das cidades-sede do torneio.
Todos os hotéis credenciados terão acessibilidade através da linha “Line Airport – Hotels”.

De acordo com o presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, essa será uma boa oportunidade para aqueles que chegam de avião e querem conhecer o centro da cidade ou fazer check-in nos hotéis.
A empresa Carris fará a operação das linhas de forma experimental.
Mais barato do que o serviço de táxi, os ônibus terão ponto de parada fixo e comercialização com antecedência para reservar passagens.

Quatro das linhas que já estarão em circulação a partir do dia 12 de junho, irão levar passageiros até as proximidades do estádio, onde os jogos da Copa serão disputados.
Já há linhas parecidas para atender partidas da dupla Grenal, entre Grêmio e Internacional.
Além das extras, há mais de 30 trajetos regulares de ônibus e 10 de lotação que passam bem próximo do estádio Beira-Rio.

Os ônibus farão as paradas em pontos já definidos pelas avenidas Praia de Belas e Borges de Medeiros. Com a mudança, pelo menos 10 avenidas da cidade ficarão broqueadas durante as partidas de futebol. Cada viagem de ônibus suporta 25 tripulantes e tem compartimento para três bagageiros. Os veículos sairão de meia em meia hora e as passagens de ônibus custarão R$ 5.
O primeiro jogo da Copa a ser disputado no Beira-Rio acontecerá no dia 15 de junho, em partida disputada pelas seleções da França e Honduras. A Austrália e Holanda também travam duela no dia 18 de junho, e há jogo da Coréia do Sul  contra Argélia no dia 22 do mesmo mês. Ainda pela primeira fase da competição haverá uma partida no dia 25, de Nigéria contra Argentina.

Preço de passagens 2014 reacende disputa na Copa do Mundo

desconto em preço de passagem de ônibus

Preço de passagens aéreas caiem na Copa.

Se você acha que a maioria dos torcedores que moram no Brasil irá preferir as viagens de ônibus só por causa do preço de passagens 2014 abusivo das companhias aéreas, pode ter uma surpresa até o final do mundial.
Segundo último levantamento realizado entre o preço praticado pelas quatro das principais empresas aéreas do Brasil, uma queda de pelo menos 25% em destinos até as cidades-sedes da Copa do Mundo reacendeu a procura por bilhetes de avião.
Se não bastasse, há menos de um mês para a bolar rolar oficialmente, é possível encontrar ofertas para desembarques em aeroportos de algumas capitais com preços parecidos com o que é comercializado durante outras épocas do ano.

O destino mais procurado é válido para abertura do mundial, em Itaquera, zona leste de São Paulo e no palco da final, que acontecerá no Rio de Janeiro.
Quando foram divulgados pela primeira vez, no final do ano passado, os preços das passagens de avião para malha aérea da Copa, chegou a apresentar aumento superior a 100% do que já era cobrado anteriormente. A economia fez com que a procura por passagens rodoviárias disparasse.
Para se ter uma ideia, em outubro de 2013, uma viagem de avião entre a capital de São Paulo com o Rio de Janeiro não sairia por menos de R$1.500 para aqueles que garantem que irão assistir o jogo da final. Com o valor dá para reservar uma passagem de ida e volta até Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Quem pretende viajar com a Tam, Gol, Avianca ou a companhia Azul, deve ficar atento em relação ao horário do voo e o aeroporto de chegada para não ter surpresas desagradáveis na hora de comprar as passagens.
Mesmo com os preços mais acessíveis, viajar de avião durante esse mundial requer pesquisa e paciência antes de embarcar. Por causa do número reduzido de voos nos horários dos jogos, a disputa pelas poltronas também pode encarecer os bilhetes.
Os trajetos que levam até as capitais Fortaleza e Natal são os mais vendidos para a Copa do Mundo. Até o momento, mais da metade dos lugares já estão ocupados.

Passagens rodoviárias subiram 7% durante Semana Santa no PA

Passagem de Belém está mais cara desde o Carnaval.

Passagem de Belém está mais cara desde o Carnaval.

Quem mora no estado do Pará e aproveitou o feriado prolongado dessa Semana Santa para viajar teve que pagar 7% a mais nas passagens rodoviárias.
Desde o feriado de Sexta-feira Santa, o valor da tarifa rodoviária ficou mais caro, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).
O órgão garantiu que a elevação também foi sentida por aqueles que viajaram de avião, barcos e navios, e andaram por linhas intermunicipais e interestaduais até o feriado de Tiradentes, na segunda (21).
O preço nas passagens de ônibus interestaduais são os mesmos desde última autorização feita pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), em outubro de 2013.

Só o custo com as viagens intermunicipais do Pará é que ficaram mais caras durante o feriadão. O aumento que inclui as taxas do terminal rodoviário ficou 7,1% mais caro em relação à Semana Santa do ano passado. Quem autorizou o reajuste foi a Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon) que passou a aplicar o novo valor desde o Carnaval de 2014.
Apenas a linha urbana que garante o trajeto até Mosqueiro, administrada pela prefeitura, não aumentou o valor dos bilhetes para o feriado santo. Os passageiros pagaram R$ 3,60 para embarcar.
Uma viagem com translado até Mosqueiro, saindo da rodoviária de Belém chegou a custar R$ 7 por uma companhia de ônibus.
Para desembarcar em Vigia o preço da passagem era de R$ 14,05; Castanhal R$ 10,60; Bragança R$ 30,84; Salinas R$ 30,96; Marudá R$ 22,50 e São Caetano de Odivelas R$ 17,12.

Para Cametá, o custo da viagem com travessia ficou em R$ 43,33, Curuçá R$ 19,50, Abaetetuba R$ 17,80; Barcarena R$ 15, Capanema R$ 23,30, Colares R$ 14,96, Marabá R$ 68,00 e Tucuruí R$ 62,50.
Segundo a Dieese, os moradores que viajaram até as cidades vizinhas com seu próprio veículo de passeio também pagaram mais caro para deixar a cidade.
O preço dos combustíveis nos postos de Belém estão cerca de 80% mais caros.
Na capital, o litro de gasolina é vendido em média por R$ 2,95, enquanto o etanol está valendo R$ 2,69 e o litro do óleo diesel R$ 2,63.

Preço de passagens 2014 no Brasil é mais caro do que no exterior

Preço de passagens 2014 para linhas interestaduais no Brasil é mais caro do que em viagens internacionais.

É mais caro viajar de avião pelo Brasil do que ir até o exterior.

Turistas que são acostumados a realizar passeios entre as cidades mais famosas do Brasil e do mundo, garantem que viajar de avião entre os estados brasileiros anda mais caro do que ir até outros países como Chile, Argentina e até os Estados Unidos.
De acordo com um levantamento feito pelo portal de notícias, R7, isso é verdade.
Quem compara o preço de passagens 2014 em sites de venda coletiva pode tomar um susto com a diferença entre os custos das viagens interestaduais e internacionais.
Acontece que os gastos de operação, como a compra de combustíveis para as aeronaves são mais caros por causa dos impostos executados por aqui, ao contrário do que acontece no exterior.

Segundo pesquisas, só a TAM e a companhia Gol vendem passagens aéreas até Montevidéu, no Uruguai, mais em conta do que uma viagem com destino até Recife. O valor gasto para conhecer o país vizinho fica pouco menos de R$ 300, enquanto que em Pernambuco, chegar até o aeroporto da cidade pode custar 23,5% a mais. Os bilhetes para Recife custam R$ 346.
Já na Gol, a economia para aquele que pretende deixar o Brasil é ainda maior. O mesmo percurso até o Uruguai custa R$ 231,02, quase metade do que é cobrado nas passagens de aviação até o norte do país. Lá o preço pode chegar até R$ 406,90, registrando um aumento de 76%. O preço é referente a embarques direto do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

A Abear, Associação Brasileira das Empresas Aéreas, explica que cerca de 40% do valor cobrado nas passagens aéreas para viagens no interior do Brasil é correspondente aos combustíveis utilizados.
Se os comparativos entre as mesmas viagens fossem feitos entre os gastos com o querosene de avião aqui e fora do Brasil, o resultado seria o mesmo.
Para a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, um galão suficiente para abastecer o avião até Recife, chega a valor R$ 12,45 com impostos. Já em viagens internacionais, o preço não sai mais do que R$ 8,85, justamente porque não há impostos sobre o combustível.

Copyright © Preço de passagens de ônibus
CENTRAL DE PASSAGENS RODOVIÁRIAS

Built on Notes Blog Core
Powered by WordPress