Tag valor da passagem

Cai o preço de passagens de ônibus em Duque de Caxias

preço baixoDesde o começo de setembro, 14 linhas de ônibus de Duque de Caxias ficaram mais baratas. A redução no valor das passagens de ônibus na Baixada Fluminense representa uma redução de 22,72% sobre o valor que era aplicado. Os passageiros agora desembolsar R$ 4,25 para embarcar, antes o preço da passagem era R$ 5,50. Uma das queixas de quem utiliza o transporte coletivo é com relação a conservação dos ônibus e do próprio atendimento, que para muitos, não é compatível com o valor cobrando. O decreto assinado pelo prefeito Washington Reis, depois de uma ação popular protocolada no Ministério Público, vai padronizar o valor máximo das passagens em 14 pontos da cidade.

Antes da medido, as empresas não seguiam um valor único e a cobrança era feita de acordo com critérios das próprias operadoras. A tarifa mais barata da cidade custa R$ 4, diferente dos outros 40% das linhas que terão de reduzir o preço praticado atualmente. Apesar da redução já vigorar com a parceira firmada entre Prefeitura e as companhias, o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários em Duque de Caxias (Setransduc) informou que as empresas de ônibus avaliarão a situação financeira durante os próximos 30 dias, com a redução. Já que muitas alegam não suportar a queda de arrecadação.

As linhas que terão a redução no valor das tarifas são:

  • Duque de Caxias x Parada Angélica (Auto ônibus Vera Cruz)
  • Duque de Caxias x Nova Campinas (Auto ônibus Vera Cruz)
  • Duque de Caxias x Parada Morabi (Transporte e Turismo Machado)
  • Duque de Caxias x Imbariê (Transporte e Turismo Machado)
  • Duque de Caxias x Nova Campinas (Transporte e Turismo Machado)
  • Duque de Caxias x Nova Campinas (Transturismo Rei)
  • Duque de Caxias x Parque Independência (Transturismo Rei)
  • Duque de Caxias x Nova Campinas – V. Maria Helena (Transturismo Rei)
  • Duque de Caxias x Xerém (Viação União)
  • Duque de Caxias x Capivari (Viação União)
  • Duque de Caxias x Bom Retiro (Viação União)
  • Duque de Caxias x Ilha (Viação União)
  • Duque de Caxias x Petrobrás (Viação União)
  • Parque Duque x Ana Clara (Viação União)

Passagens de ônibus de MG estão com preços promocionais

preço promocionalO transporte coletivo rodoviário intermunicipal de Minas Gerais está oferecendo promoções aos seus usuários, em parceria com o Sindpas – Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Minas Gerais. Os preços promocionais que já são praticados no modal aérea têm como objetivo trazer de volta boa parte dos passageiros dos últimos dois anos deixaram de utilizar o serviço por conta da recessão econômica e do aumento na oferta de transporte clandestino com preços mais acessíveis.

A medida foi autorizada pelo governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop-MG), através da resolução Setop 013/17. A partir de agora, os valores passam a ser definidos para cada linha a tarifa-teto, e não mais aquele a ser cobrado obrigatoriamente de cada passageiro. As promoções e os descontos no preço das passagens também já podem ser vistos em linhas interestaduais de Minas Gerais, com autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Para o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Murilo Valadares, um dos apoiadores do projeto, a flexibilização no valor das passagens, além de ser um benefício para o usuário, permite que as concessionárias “trabalhem da forma que melhor lhes convier, de acordo com o fluxo de demanda”.

Apesar da promessa ser de redução, a falta de demanda pode resultar em passagens ainda mais caras, já que as operadoras irão diminuir o valor conforme o aumento no número de embarques. A expectativa da Setop é que a medida não reduza a arrecadação dos impostos incidentes no setor, que são o PIS (0,36%), Cofins (3%) e ICMS (6%), levando em consideração estes parâmetros. A comercialização flexível das passagens também deve combater o transporte irregular de táxi-lotação e vans clandestinas, que hoje representam uma perda de mais de 400 mil passageiros por mês.

Confira o preço de passagens em pacotes para baixa temporada

baixa temporadaSe a intenção for economizar não há hora melhor. Esta baixa temporada de 2017 tem tudo para ser uma das mais economias no bolso daqueles que pretendem viajar por estados brasileiros, longe das datas mais badaladas. Acredite se quiser, mas os preços de pacotes de viagem incluindo as passagens rodoviárias, alimentação e o hotel, devem ficar até 40% mais baratos entre os meses de agosto e novembro. Já que a baixa pelo valor dos serviços para garantir maior ocupação neste período tem sido praticado sem exceções. Resumindo, essa é a melhor oportunidade para garantir um passeio sem estreitar as economias do final do mês, já que estamos com tarifas de baixa temporada por todas as regiões do Brasil.

Faça as contas, compare, pesquise e economize!

Há pacotes com duração de uma semana com destino a capital do Ceará, com tudo incluso, gerando diferença de R$ 1.488 para R$ 998, o equivalente a 32% mais barato em comparação com outros meses. Vale ressaltar que este pacote inclui viagem de avião, sendo que se opção fosse viajar por terra, o preço certamente seria ainda mais em conta.

Passagem aérea: a grande vilã

Não há tempo bom para “pechinchar” nas tarifas aéreas. E o pior, quanto maior a proximidade com a data da viagem e maior for a procura pelo serviço, mais cara é o valor da passagem de avião. É por isso que o serviço é o item que mais encarre no preço final da viagem realizada no Brasil, cuja variação de preço só tem aumentando depois que a crise econômica passou a ser uma realidade no cotidiano dos brasileiros. A dica, no entanto, é procurar serviços que são comercializados integralmente, em pacotes e parcerias que permitem o repasse de descontos para garantir mais demanda em tempos de baixa temporada.

Passagem de ônibus de Porto Alegre fica mais cara em julho

ônibus Porto AlegreAlém da capital do Rio Grande do Sul, mais 33 municípios que compõem a região metropolitana de Porto Alegre terão reajuste no preço da passagem rodoviária interestadual. A tarifa ficará 6,24% mais cara a partir da 0h de quinta-feira (1). Apesar de ter aprovação da população, o reajuste foi aprovado pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado (Agergs) e divulgado pela Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan). Para os especialistas, o reajuste deveria ter acontecido há cerca de um ano e só agora foi aprovado e autorizado pela agência.

Assim que o mês de julho começar, o preço das passagens de 22 empresas de ônibus com operação em uma das 34 cidades que compõem a região metropolitana do sul do Brasil. Também é importante destacar que o valor final das tarifas pode variar conforme a duração de cada itinerário. A maioria das auto viações queriam pelo menos 7% no reajuste dos impostos que alteram o valor final da passagem, solicitando revisões nos impostos e inflações revistas em contrato. Além do reajuste que apenas representa um aumento parcial deste pedido, a Agergs irá analisar os contratos em vigência, no ano que vem. Em 2016, o reajuste nas tarifas referentes aos ônibus intermunicipais da região foi de 14,87%. Em 2015, o aumento foi de 10,51%.

Números

Nos últimos três anos, Porto Alegre e as demais cidades que compõem a região metropolitana do Rio Grande do Sul têm enfrentado uma quede de pelo nos 20% o número de passageiros rodoviários. Só no ano passado, foram mais de 30 mil passagens a menos, em comparação com o mesmo período. Para as companhias, a queda está ligada ao desemprego. Quando o trabalhador está desempregado ele deixa de usar o vale-transporte, o que diminui a quantidade de pessoas transportadas.

Municípios que receberão o ajuste no valor da passagem rodoviária:

  • Alvorada
  • Araricá
  • Arroio dos Ratos
  • Cachoeirinha
  • Campo Bom
  • Canoas
  • Capela de Santana
  • Charqueadas
  • Dois Irmãos
  • Eldorado do Sul
  • Estância Velha
  • Esteio
  • Glorinha
  • Gravataí
  • Guaíba
  • Ivoti
  • Igrejinha
  • Montenegro
  • Nova Hartz
  • Nova Santa Rita
  • Novo Hamburgo
  • Parobé
  • Portão
  • Rolante
  • Santo Antônio da Patrulha
  • São Jerônimo
  • São Leopoldo
  • São Sebastião do Caí
  • Sapiranga
  • Sapucaia do Sul
  • Taquara
  • Triunfo
  • Viamão

Preço da passagem de ônibus é reajustado em Fortaleza e Recife

Fortaleza O valor da passagem rodoviária para passageiros de Fortaleza ficou mais caro, desde o dia 10 de janeiro. De acordo com a Etufor, o preço da passagem praticado atualmente na capital cearense é de R$ 2,75, e a meia, R$ 1,30. Este é o primeiro aumento desde que a prefeitura reajustou as passagens em outubro de 2015, elevando o preço médio da viagem rodoviária em 35 centavos. A nova tarifa foi apresentada por representantes da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) e da Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará (Cootraps).

Ônibus de Recife

Sexta-feira 13 realmente não é um dia de sorte, principalmente para quem mora na região metropolitana de Recife e depende do transporte rodoviário. Desde o final de semana, o preço da passagem está mais caro embarcar nos veículos que circulam pela capital. O aumento anunciado pelo CSTM – Conselho Superior de Transporte Metropolitano é de 14,26%, o equivalente a uma tarifa no valor de R$ 3,20. Antes do reajuste, o pernambucano pagava apenas R$ 2,80 para viajar.

O preço da passagem para o anel B também aumentou, saltando de R$ 3,85 para R$ 4,40. O valor para viagens no anel D está R$ 3,45 e anel G por R$ 2,10. A medida gerou tumulto e protesto na BR 101, organizado por estudantes e integrantes de um grupo de protestantes a favor de melhorias no transporte público. A polícia precisou interver no local e houve agressão física.

Passagem de ônibus de Minas Gerais está 5% mais barata

minas geraisQuem gasta R$ 100 com viagens de ônibus, no final do mês, poderá economizar cerca de R$ 5, com a redução anunciada pela Secretaria de Transportes e Obras de Minas Gerais, no mês passado. Desde o dia 16 de outubro, as passagens de ônibus de Minas Gerais, sobre linhas intermunicipais estão 5% mais baratas. O desconto foi dado depois que a TGO – Taxa de Gerenciamento Operacional, que atualmente vinha sendo cobrada pelo Deop (Departamento de Obras Públicas) passou a ser extinta. Apesar de ser uma redução discreta para quem apenas percorre pequenas distâncias, o desconto pode agradar o bolso dos que saem da região metropolitana de Minas Gerais até o Triângulo Mineiro, ou partem para cidades do interior.

As mudanças vão além do preço da passagem do transporte intermunicipal de todo o Estado mineiro. Já que quem passa administrar o setor é a Secretaria de Transportes e Obras de Minas Gerais. Levando em consideração a base tarifária que cobre todas as linhas intermunicipais de Minas Gerais, a diminuição do preço da passagem pode variar de 15 centavos a até R$ 12,55, por embarque. A rota que liga a cidade de Sete Lagoas com Prudente de Morais é a mais curta e mais barata do Estado. Atualmente o valor da passagem para esta linha era R$ 2,80, com a diferença na taxa, passa a ser vendida por R$ 2,65.

A vantagem é ainda maior para quem utiliza os ônibus saindo de Uberlândia, com destino a Juiz de Fora. Essa é a linha interestadual mais longa e cara praticada dentro de Minas Gerais. O valor cobrado pelas empresas de ônibus de R$ 263,50, agora não ultrapassam a margem de R$ 250,95. Com exceção do imposto, a taxa para embarcar e os pedágios continuam na cobrança. Por mês, mais de cinco milhões de passageiros utilizam o transporte rodoviário para viajar pelo interior de Minas Gerais. Para dar conta da demanda, o Estado conta com uma frota de 5,5 mil veículos.

 

Diminui preço de passagem de José de Freitas a Teresina

preço de passagemO trajeto rodoviário que liga os municípios vizinhos de José de Feitas com Teresina, no Piau está mais barato para quem vai de ônibus. Depois de promover uma reunião no início deste mês, a ATEUTC – Associação dos Trabalhadores e Estudantes Usuários dos Transportes Coletivos da cidade anunciou que o aumento de 50 centavos no preço das passagens de ônibus havia sido suspenso. A passagem rodoviária que dá direito a viagem intermunicipal até a capital do Piauí chegou a custar R$ 4,00 no começo deste ano. Mas com pressão da associação e de possíveis manifestações populares, a viação São Joaquim, responsável pelo transporte urbano da cidade, decidiu retornar o valor da passagem antigo. Com a mudança o preço para embarcar em um dos ônibus da linha José de Freitas x Teresina passou para R$ 3,50.  O desconto também é válido para trabalhadores e estudantes da cidade.  A ATEUTC pretendia concentrar o maior número de pessoas no teatro municipal de José de Freitas para discutir sobre o aumento no preço das passagens de ônibus e posteriormente gerar pressão popular contra a operadora, através de manifestações.

Preço da passagem de ônibus de Altos
Em Altos, município a cerca de 40 km de Teresina, o preço da viagem rodoviária até a capital também está mais barato. O valor acordado entre a prefeita Patricia Leal, o secretário estadual de Transporte, Avelino Neiva e representantes do Conselho de Transporte Intermunicipal garantiu a passagem de Altos até Teresina por apenas R$ 2,50 para quem ainda estiver na escola. Os trabalhadores devem pegar R$ 3,30, ou seja, um desconto de 70 centavos com relação ao valor cobrado para os demais passageiros. Apesar de ter sido aprovado pela população, o preço dos bilhetes rodoviários pode subir depois do processo de licitação ser finalizado. O documento deve regularizar o transporte intermunicipal entre as duas cidades até o primeiro semestre deste ano. Sem os descontos, o preço da passagem para estudantes de Altos estava em R$ 2,80 e para os trabalhadores era vendido a R$ 3,60.

Gaúchos recarregam cartão para fugir de reajuste nas passagens

viajar de ônibusQuem não carregou, não carrega mais. Depois que a prefeitura de Porto Alegre anunciou que o preço das passagens rodoviárias da capital irá sofrer reajuste, foi uma correria danada. Tudo para garantir a última recarga do cartão TRI com o valor atual. O anúncio dado em meados do mês passado garante que os embarques ficarão 50 centavos mais caro – um aumento que fará muita diferença no orçamento de quem depende do veículo para ir e voltar do trabalho. É o caso de Elza Maricotto, 40 anos, que utiliza o coletivo para atravessar o centro da cidade, até chegar ao condomínio, onde trabalha.

Ela enfrentou filas para fazer a última recarga, depois que soube pelo rádio que o preço da passagem irá subir. O valor da recarga antiga tem validade para os próximos 60 dias. Elza disse que não sabe com a empresa irá reagir diante do reajuste, já que ela recebe o benefício do vale transporte para poder se deslocar de ônibus. Quem tem que tirar o “dimdim” do bolso está preocupado, como conta a vendedora Monica Souza, que pega em média, quatro ônibus para visitar o comércio em busca de trabalho. “Quem mora longe sofre mais com esse tipo de aumento. Infelizmente não vou poder me deslocar como antes, até que eu consiga um emprego”, lamentou.

Praticado em R$ 3,25, o valor da passagem de ônibus de Porto Alegre passa a valer a partir do mês de março R$ 3,75, em linhas urbanas e coletivos de integração entre os bairros da cidade. O aumento faz parte da nova licitação do transporte público de POA. O documento também garante a renovação de 296 coletivos e prevê tarifas maiores em lotações, saindo de R$ 4,85 para R$ 5,60. O aumento é correspondente a mais de 15% do valor atual, sobe cálculo acrescido pela inflação (IPCA) dos últimos sete meses e do dissídio dos rodoviários – a categoria recebeu aumento salarial de mais de 11% – o maior entre todas as capitais do Brasil.

Passagem de ônibus de Maceió é a 3ª mais cara do Nordeste

Maceio - ALO último reajuste no preço das passagens de ônibus de Maceió, praticado no início de janeiro, colocou a capital de Alagoas entre as três mais caras dos nove Estados que compõem o Nordeste Brasileiro. O valor de R$ 3,15 para viagens nos ônibus urbanos da capital só perde para as passagens de Salvador, que valem R$ 3,30 e Recife, que cobra R$ 3,35 por embarque. Do montante, São Luís do Maranhão é a capital com o valor da passagem mais acessível da região, vendendo o bilhete a R$ 2,60. Quem depende do transporte coletivo para trabalhar não gostou nem um pouco do aumento, que deixou as passagens 40 centavos mais caras. Antes vendidas por R$ 2,75, como em Teresina (PI), as passagens rodoviárias valiam R$ 5,50 entre a soma do embarque de ida e volta. Agora vai ficar quase R$ 1,00 mais caro para ir e retornar. Os usuários que utilizam o veículo em mais de duas ocasiões no mesmo dia terão um prejuízo financeiro ainda maior.

A despesa mensal de um trabalhador comum que utiliza o transporte público de segunda a sexta, deve chegar a R$ 151,2 no final do mês. O que mais preocupa é que o montante corresponde a pouco mais de 17% do valor do novo salário mínimo, que hoje é de R$ 880,00. Segundo estudos da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), o aumento no preço do diesel, combustível utilizado para abastecer os veículos rodoviários foi um dos principais fatores pelo aumento das passagens de ônibus de Maceió. Além do reajuste da tarifa, outros itens também encareceram no começo deste ano, como a energia elétrica e o combustível.

Valor dos ônibus urbanos nas capitais do Nordeste
Recife (PE) R$ 3,35
Salvador (BA) R$ 3,30
Maceió (AL) R$ 3,15
Aracaju (SE) R$ 3,10
Fortaleza (CE) R$ 2,75
Teresina (PI) R$ 2,75
João Pessoa (PB) R$ 2,70
Natal (RN) R$ 2,65
São Luís (MA) R$ 2,60

Preço de passagens de ônibus nas capitais brasileiras 2016

preço de passagens 2016São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Florianópolis e Boa Vista fazem parte do grupo de capitais que já começaram o ano liberando o reajuste no preço das passagens de ônibus rodoviários. Além delas, outras capitais também devem aumentar o valor da tarifa em breve.

Na capital mais movimentada do país, o preço para embarcar subiu mais de 8%, deixando as passagens de ônibus, do trem e do metrô 30 centavos mais caras. O valor para integração entre ônibus e trilhos também está mais caro, subindo de R$ 5,45 para R$ 5,92. O preço novo foi acordado entre a prefeitura e o governo do Estado.

Os cariocas também não têm muito do que comemorar, já que lá o valor atual de R$ 3,40 para viajar de ônibus agora custa R$ 3,80. A cidade que receberá as Olimpíadas em meados de 2016, também reajustará o preço dos trens de R$ 3,30 para R$ 3,70 e  das barcas de R$ 5,00 para R$ 5,60, até o final de fevereiro. As capitais do Acre, Sergipe, Ceará e Mato Grosso do Sul já haviam elevado o preço da passagem deste o mês passado.

Confira a lista completa dos preços das passagens rodoviárias das capitais entre janeiro de 2015 e janeiro de 2016:

Capital Preço anterior Preço atual

Aracajú

R$ 2,70

R$ 3,10 em janeiro de 2016

Belém

R$ 2,40

R$ 2,70 em maio de 2015

Belo Horizonte

R$ 3,40 / R$ 3,95

R$ 3,70 / R$ 4,45 em janeiro de 2016

Boa Vista

R$ 2,70 / R$ 2,90

R$ 2,80 / R$ 3,10 em janeiro de 2016

Brasília

R$ 2,00 / R$ 3,00

R$ 3,00 / R$ 4,00 em janeiro de 2016

Campo Grande

R$ 3,00

R$ 3,25 em novembro de 2015

Cuiabá

R$ 2,80

R$ 3,10 em fevereiro de 2015

Curitiba

R$ 2,85

R$ 3,15 / R$ 3,30 em fevereiro de 2015

Florianópolis

R$ 2,98 / R$ 3,34

R$ 3,10 / R$ 3,50 em janeiro de 2016

Fortaleza

R$ 2,20

2,75 em novembro de 2015

Goiânia

R$ 2,80

R$ 3,30 em fevereiro de 2015

João Pessoa

R$ 2,35

R$ 2,70 em julho de 2015

Macapá

R$ 2,10

R$ 2,75 em setembro de 2015

Maceió

R$ 2,75

em discussão

Manaus

R$ 2,75

R$ 3,00 em janeiro de 2015

Natal

R$ 2,35

R$ 2,65 em julho de 2015

Palmas

R$ 2,50

R$ 2,95 em maio de 2015

Porto Alegre

R$ 2,95

R$ 3,25 em fevereiro de 2015

Porto Velho

R$ 2,60

sem aumento

Recife

R$ 2,15

R$ 2,45 em janeiro de 2015

Rio Branco

R$ 2,40

R$ 2,90 em dezembro de 2015

Rio de Janeiro

R$ 3,30 / R$ 3,40 / R$ 5,00

R$ 3,70 / R$ 3,80 / R$ 5,60 em janeiro de 2016

Salvador (BA)

R$ 3,00

R$ 3,30

São Luís

R$ 2,40

R$ 2,60 em abril de 2015

São Paulo

R$ 3,50 / R$ 5,45

R$ 3,80 / R$ 5,92 em janeiro de 2016

Teresina

R$ 2,10

R$ 2,50 em janeiro de 2015

Vitória

R$ 2,45

sem aumento

Copyright © Preço de passagens de ônibus
CENTRAL DE PASSAGENS RODOVIÁRIAS

Built on Notes Blog Core
Powered by WordPress