Tag passagem interestadual

Passagem de ônibus do Rio Grande do Sul está 11% mais barata

passagem barataO preço das passagens de ônibus interestaduais conhecidas como “Pinga-Pinga”, ou seja, aqueles com paradas nos pontos, entre o embarque e o desembarque, ficará 11% mais em conta, a partir da semana que vem. Atualizada pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), a tabela irá retroceder o valor que havia sido reajustado no mês passado, em mais de 7% – de lá pra cá, o Daer passou a calcular os novos valores para que o serviço não fosse prejudicado. Além disso, a redução atende a uma medida cautelar do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), que determina que a tarifa de embarque não seja cobrada por quem não usa as estações rodoviárias para viajar de ônibus em qualquer cidade do Rio Grande do Sul.

O Daer informou que a partir do dia 13, os motoristas de todas as empresas operantes, receberão a tabela atualizada para aplicação do valor corretamente, inclusive sobre a isenção da taxa de embarque para quem apenas utiliza ao serviço nos pontos ao longo do trajeto, dentro dos coletivos interurbanos. Todas as cidades do Sul que possuam ônibus intermunicipais nesta modalidade, ou seja, que aceitem o embarque de passageiros em pontos fora de terminais rodoviários serão beneficiadas com a redução no valor da tarifa.

Recalculando o valor das passagens

O estudo realizado pelo Daer depois de uma denúncia enviada ao TCE-RS confirmou que os cálculos que redigiam o preço das passagens nos últimos três anos, era indistinta de alíquota de 11%, destinada a cobrir os serviços prestados pelas rodoviárias, ainda que parte dos usuários não embarque nas próprias rodoviárias. Ficou comprovado o enriquecimento indevido das concessionárias atuantes, sobrepreço dos serviços desta categoria e prejuízo por parte do consumidor final. Ainda tramita sem aprovação do conselho a medida cautelar que prevê a redução.

Passagem interestadual sofre reajuste no litoral do Pará

preço passagem interestadualO preço da passagem interestadual saindo do terminal rodoviário de Belém, na capital do Pará, teve reajuste aprovado de 9,04% desde o final do mês passado, pela ARCON e publicado no Diário Oficial do Estado, e com isso promete tornar as viagens dos paraenses mais distante. O aumento vai pesar no bolso de quem pretende aproveitar as férias escolares para sair da região metropolitana do Estado e seguir viagem aos famosos balneários do Pará com ajuda dos transportes coletivos, já que além do ônibus, o custo com hospedagem e alimentação deverá ficar mais caro até o mês de julho acabar.

Quem utiliza os ônibus para viajar em linhas interestaduais deve ficar atendo aos preços, já que segundo pesquisa do Dieese, há possibilidade de aumento no reajuste desta categoria. O valor para passagens de ônibus intermunicipais também subiu, pouco mais de 15% em comparação com os valores praticados no ano passado. Este foi o mesmo aumento aplicado para veículos náuticos do Pará.

Já no caso dos ônibus urbanos que ligam o centro da capital aos balneários de água doce do distrito de Mosqueiro, as passagens ficaram 14,94% mais salgadas para quem viajou na mesma época de 2016. Vale lembrar que a diferença de preço tem relação com o reajuste sancionado pela prefeitura em janeiro deste ano, quando a passagem rodoviária ficou 65 centavos mais caro, saindo de R$ 4,35 para R$ 5. A viagem em carros particulares também vai ficar mais cara, com calculo e reajuste do preço do combustível.

Valor reajustado da passagem interestadual em Belém para os balneários:

  • Abaetetuba: R$ 21,00;
  • Bragança: R$ 41,92;
  • Cametá: R$ 55,40;
  • Capanema: R$ 33,63;
  • Castanhal: R$ 14,00;
  • Colares: R$ 20,25;
  • Curuçá: R$ 30,45;
  • Maruda: R$ 35,13;
  • Marabá: R$ 95,00;
  • Salinas: R$ 42,08;
  • São Caetano de Odivelas: R$ 23,20;
  • Tucurui: R$ 85,00;
  • Vigia: R$ 19,10.

 

Copyright © Preço de passagens de ônibus
CENTRAL DE PASSAGENS RODOVIÁRIAS

Built on Notes Blog Core
Powered by WordPress