Preços de passagens de ônibus em Porto Alegre podem aumentar

Os preços de passagens de ônibus em Porto Alegre podem aumentar nos próximos 30 dias. O pedido feito pelas companhias de ônibus aconteceu depois que o salário da categoria subiu.

Passageiros de ônibus em Porto Alegre devem ficar atentos.

Os preços de passagens de ônibus para embarcar em Porto Alegre podem sofrer reajustes, caso o pedido das empresas rodoviárias, protocolado na EPTC seja acatado. A mobilização das companhias se deu depois que o Tribunal Regional do Trabalho definiu o dissídio dos rodoviários com reajustes salariais de 7,5% e pagamento de plano de saúde e vale-refeição.
Para o diretor da entidade pública que cuida dos transportes, o pedido de aumento das tarifas está de acordo com a lei. Dados sobre o salários dos trabalhadores devem ser verificados por técnicos do órgão e encaminhados ao Conselho Municipal de Transportes Urbanos (Comtu).
Quem dará a palavra final sobre o futuro das passagens rodoviárias será o prefeito de Porto Alegre. Para empresários do setor, a mudança deve ocorrer nos próximos 30 dias.

Especializas garantem que não há como fugir do aumento. A própria econômica aponta que a operação do transporte rodoviário do município precisa reagir e atualizar seus impostos o quanto antes.
O que os donos das auto viações querem é apenas subsidiar o aumento salarial proposto pela categoria. No pedido não foram apresentados percentuais para o reajuste ideal, contendo apenas índices com base nos insumos da planilha tarifária dos últimos 12 meses. Como aconteceu nas grandes capitais do Brasil, o custeio do óleo diesel reavaliado em mais de 10% no começo desse ano, impactou de forma negativa na receita de muitas transportadoras.

Para o Sindicato das Empresas de Ônibus de Porto Alegre (Seopa), a decisão das empresas de não revelarem o aumento ideal, foi sábia.
De acordo com o gerente-executivo da Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP), Luiz Mário Magalhães Sá, a intensão é transferir essa responsabilidade para a prefeitura e a EPTC. Já que durante pronunciamento do reajuste, no ano passado, manifestações populares vieram à tona em todo o país.
Segundo a associação, desde a anulação do reajuste, no meio do ano passado, o prejuízo somado de todas as empresas de ônibus passa de R$ 60 milhões. Essa é uma das justificativas pela falta de renovação da frota. A ATP garante que os ônibus estão operando no vermelho e precisam poupar dinheiro.

Copyright © Preço de passagens de ônibus
CENTRAL DE PASSAGENS RODOVIÁRIAS

Built on Notes Blog Core
Powered by WordPress