Category passagens interestaduais gratuitas

Companhias promovem reajuste anual de linhas interestaduais

linhas interestaduaisPassageiros que viajam de ônibus pelo interior dos Estados Brasileiros já estão pagando mais caro pelo serviço rodoviário em diversas regiões do Brasil. O reajuste anual que promove aumento no preço dos serviços oferecidos em linhas interurbanas de ônibus vem sendo publico pelos órgãos estatais desde o começo de outubro. Em Fortaleza, as empresas de ônibus da capital com linhas para cidades do interior passaram a elevar o preço de suas passagens em 2,421%, desde o dia 1º de outubro. O valor foi calculado pelo Detran e homologado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce).

A boa notícia é que os municípios que compõem a região metropolitana do Estado com ligação a capital não estão incluídos no reajuste das linhas. Por outro lado, o preço mais salgado já é praticado em rotas nas Regiões Norte, Cariri, Centro-Sul, Inhamuns, Sertão Central, Litoral Oeste, Maciço de Baturité, Jaguaribana e Litoral Leste, operadas pelas auto viações Expresso Guanabara, Via Metro, Princesa dos Inhamuns, Fretcar e São Benedito. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsto do Ceará (Detran-CE), os contratos firmados pelo Governo com as concessionárias preveem aumento anual das passagens de ônibus. Até agora a mudança nunca baixou o valor dos bilhetes, levando em consideração uma revisão técnica dos custos que envolvem a operação.

Outras Regiões também sofrem com o aumento do valor

O impacto no preço das passagens rodoviárias para o interior dos Estados também foi sentido em outras regiões. No Rio Grande do Sul, o aumento chegou a aproximadamente 8% para o serviço de linhas interestaduais – um dos maiores reajustes do país. Em Alagoas e na região metropolitana de Maceió o aumento foi de pouco menos de 5%.

Passagem interestadual sofre reajuste no litoral do Pará

preço passagem interestadualO preço da passagem interestadual saindo do terminal rodoviário de Belém, na capital do Pará, teve reajuste aprovado de 9,04% desde o final do mês passado, pela ARCON e publicado no Diário Oficial do Estado, e com isso promete tornar as viagens dos paraenses mais distante. O aumento vai pesar no bolso de quem pretende aproveitar as férias escolares para sair da região metropolitana do Estado e seguir viagem aos famosos balneários do Pará com ajuda dos transportes coletivos, já que além do ônibus, o custo com hospedagem e alimentação deverá ficar mais caro até o mês de julho acabar.

Quem utiliza os ônibus para viajar em linhas interestaduais deve ficar atendo aos preços, já que segundo pesquisa do Dieese, há possibilidade de aumento no reajuste desta categoria. O valor para passagens de ônibus intermunicipais também subiu, pouco mais de 15% em comparação com os valores praticados no ano passado. Este foi o mesmo aumento aplicado para veículos náuticos do Pará.

Já no caso dos ônibus urbanos que ligam o centro da capital aos balneários de água doce do distrito de Mosqueiro, as passagens ficaram 14,94% mais salgadas para quem viajou na mesma época de 2016. Vale lembrar que a diferença de preço tem relação com o reajuste sancionado pela prefeitura em janeiro deste ano, quando a passagem rodoviária ficou 65 centavos mais caro, saindo de R$ 4,35 para R$ 5. A viagem em carros particulares também vai ficar mais cara, com calculo e reajuste do preço do combustível.

Valor reajustado da passagem interestadual em Belém para os balneários:

  • Abaetetuba: R$ 21,00;
  • Bragança: R$ 41,92;
  • Cametá: R$ 55,40;
  • Capanema: R$ 33,63;
  • Castanhal: R$ 14,00;
  • Colares: R$ 20,25;
  • Curuçá: R$ 30,45;
  • Maruda: R$ 35,13;
  • Marabá: R$ 95,00;
  • Salinas: R$ 42,08;
  • São Caetano de Odivelas: R$ 23,20;
  • Tucurui: R$ 85,00;
  • Vigia: R$ 19,10.

 

Crianças não precisam comprar passagem de ônibus pra viajar

viajar com criançasQuem tem filhos com menos de seis anos de idade não precisa desembolsar “um real” para garantir o embarque das crianças em ônibus que operam em linhas interestaduais e intermunicipais pelo Brasil. A recomendação dada pela ANTT garante o transporte rodoviário gratuito para crianças de até seis anos de idade, desde que não ocupem assentos extras dentro dos veículos – isso quer dizer que devem viajar no colo dos pais ou responsáveis legais, caso não queiram tornar as viagens mais caras. Se a idade for superior a estipulada por lei e/ou a criança ocupar outra poltrona, o valor a ser pago pelo embarque deverá ser integral. Nestes casos, o pai pode antecipadamente reservar a passagem para o filho, através de sites na internet. Porém, terá de identificar o passageiro com um documento de identificação, como o RG ou CPF na hora de finalizar o pedido de compra. Vale lembrar que mesmo quando a compra da passagem rodoviária é indispensável, é preciso levar documento que comprove grau de parentesco com a criança.

 Viajem sem a presença de um responsável legal

Só é permitido o embarque de crianças sem a presença dos pais ou responsáveis legais, maiores de idade, com idade mínima de 12 anos. Eles devem apresentar documento próprio com foto e autorização judicial assinada pelos responsáveis. São considerados responsáveis legais, pais, avós, tios e/ou irmãos maiores de 18 anos.

 Vantagens para quem quer viajar com filhos

A maioria dos ônibus de longa distância estão equipados com vários itens de entretenimento que ajudarão a dispersar a atenção dos “baixinhos” durante todo o trajeto. Um deles são os televisores espalhados pelos corredores dos veículos (geralmente a companhia de ônibus contratada exibe vários filmes durante a viagem). Outro ponto positivo são os comandos de carregamentos individuais de energia, uma mão na roda para crianças antenadas na tecnologia, que não desgrudam dos dispositivos móveis, como os tablets e os celulares. O wi-fi é outro benefício oferecido por várias empresas de ônibus.

Passagem de ônibus de Santa Cruz das Palmeiras é gratuita

passagem gratuitaDesde o começo deste mês, os moradores que utilizam o transporte regular de passageiros na cidade de Santa Cruz das Palmeiras, em São Paulo, não sabem o que é pagar para embarcar. É isso mesmo! Antes o que era apenas um benefício voltado a estudantes e idosos da cidade paulista, agora virou realidade para toda a população, que pagava R$ 0,40 na passagem rodoviária. A mudança foi possível graças ao valor cobrado pela companhia de ônibus contratada pela prefeitura que proporcionou estudos e fez com que a administração da cidade percebesse que seria mais vantajoso e barato operar as linhas urbanas do que subsidiar parte da operação dos serviços prestados pela atual operadora, que cobrava mensalmente R$ 20 mil.

Ao assumir a operação, a prefeitura garantiu a tão sonhada gratuidade ao serviço de transporte coletivo e ainda conseguiu uma redução de 30% no custo operacional, já que vai gastar em média R$ 13 mil mensais para manter em funcionamento os serviços que eram prestados pela atuação operadora. Para realizar o serviço gratuito entre os bairros da cidade, a prefeitura de São Cruz das Palmeiras adquiriu dos ônibus seminovos que, segundo ela é suficiente para atender a demanda rodoviária da cidade. Segundo o prefeito, além da cidade ser pequena, apenas 15% da população atual utiliza o transporte rodoviário para se deslocar. Os itinerários e locais de parada continuam da mesma forma que a companhia de ônibus oferecia, porém os horários foram alterados, com mais horários de ônibus entre as viagens regulares.

Agora é possível embarcar gratuitamente de hora em hora, com uma hora de parada e uma em circulação, das 6 horas da manhã até a meia-noite, e claro sem pagar absolutamente nada! Com a gratuidade, a prefeitura da cidade acredita que o número de usuários do serviço deve crescer na cidade, o que obrigará de mais recursos no setor.

Passagens rodoviárias irregulares estão na rota da ANTT

ANTT está fiscalizando veículos irregulares.

ANTT está fiscalizando veículos irregulares.

Novas regras de controle e combate contra o transporte irregular passaram a perseguir quem venda passagens rodoviárias ilegalmente em terminais rodoviárias do Brasil. Desde março, a ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres que regulariza o transporte rodoviário do país já apreendeu vários veículos infratores e suspendeu em mais de 72 horas de operação de quem estava circulando sem respeitar as normas previstas por lei. O reforço contra a pirataria, já afastou das ruas 250 ônibus, o que garante que pelo menos 10 mil usuários do serviço rodoviário estão embarcando em companhias de ônibus regulares. Assim que os veículos irregulares são descobertos pela ANTT, as viagens são asseguradas até o ponto final, com parada nas rodoviárias indicadas no trajeto.

Segundo documento da agência reguladora, o transporte clandestino não garante os direitos do passageiro previstos por lei, e o pior coloca o usuário em situação de vulnerabilidade após transportarem seus clientes em frotas sucateadas e veículos sem manutenção adequada. O compromisso dos infratores em casos de acidentes e outros imprevistos também não são praticados, assim como acontece com a gratuidade em passagens de ônibus oferecidos para idosos com mais de 65 anos, remarcação de passagens e baldeações quando o ônibus em transporte apresenta falha mecânica. A Receita Federal, Receitas Estaduais, Polícia Rodoviária Federal e Polícias Militares também participam e acompanham o processo de inibição do transporte rodoviário clandestino que além de não cumprirem as normas de operação, sonegam impostos, facilitam o contrabando e em alguns casos utilizam os veículos para transportar armas e drogas.

O número apontado pela fiscalização que mais surpreende é em relação ao transporte rodoviário de linhas interestaduais de passageiros, representado por cerca de 5% das empresas clandestinas que realizam viagens irregulares com maior intensidade ou não dependendo da localização. Quem compra as passagens de ônibus interestaduais precisa ficar de olho nos embarques de longa distância que ligam o eixo norte ao nordeste do Brasil, principalmente entre viagens do Pará e Maranhão ao Centro-Oeste e Sudeste, e Goiás e São Paulo. O Brás, em São Paulo é o ponto principal do transporte clandestino realizados no estado paulista e outras regiões vizinhas.

Reajuste em passagens de ônibus interestadual entra em vigor

Compra de passagens de onibus com cartao de credito

Site facilita comprar passagens de ônibus com cartão de crédito.

Mal deu tempo de aproveitar o clima festivo da Copa do Mundo no Brasil que as empresas de ônibus interestaduais colocaram em prática o reajuste anual de 4,792% no valor das passagens de ônibus, assim que o segundo semestre de 2014 começou. Como já era esperado desde o começo do ano, os bilhetes rodoviários para viagens de média e longa distância passariam a sofrer reajuste sobre o coeficiente tarifário que reajusta o serviço do transporte interestadual com distância acima de 75 km. O aumento controlado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) acontece anualmente e está previsto em contrato assinado pelas companhias de ônibus que se enquadram neste tipo de serviço.

O preço das passagens é determinado pela variação de preço do óleo diesel usado pelas empresas, pelo índice de correção da variação salarial (INPC) e pelo índice que mede a inflação do período (IPCA), além da soma de impostos junto às taxas de embarque recolhidas por alguns terminais rodoviários, sem se esquecer do valor pago em pedágios de rodoviárias cedidas por concessão, para definir o valor comercial das passagens. Desde o dia 3 de outubro de 2013, ninguém sabe o que é pagar um bilhete reajustado em viagens de ônibus de longa distância. A variação do coeficiente tarifário pode chegar a 50 centavos por passageiro a cada quilometro rodado de acordo com o tipo de ônibus escolhido, seja do ônibus Convencional com ou sem sanitário, tipo Executivo, Semileito e até Leito.

Por causa da própria competição futebolística e das férias escolares do meio do ano, ainda não dá para calcular o prejuízo que as auto viações poderão ter com a diminuição das vendas, mais caras com o reajuste. Segundo empresários de transportadoras, até o momento a população respondeu bem ao aumento, já que a diferença para uma viagem rodoviária do interior do Estado até São Paulo, no valor de R$ 100,00 não fica mais cara do que R$ 5,00. Entretanto, a medida não é válida para transportes rodoviários do tipo semiurbano que viajam para outros Estados e operam em trajetos para fora do Brasil.

Florianópolis terá passagem de ônibus barata pela 1ª vez

Concorrência no setor aéreo faz companhias de avião baixarem os preços das passagens para Copa do Mundo.

Florianópolis terá passagem de ônibus barata em Agosto.

Depois que a Copa do Mundo acabar, moradores da capital de Santa Catarina poderão comprar passagem de ônibus barata pela primeira vez na história da cidade.
Segundo anúncio oficial do prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Júnior, a tarifa das passagens rodoviárias irá diminuir a partir do dia 1 de agosto.
Para quem paga o voucher com cartões de crédito terá desconto de 12 centavos, deixando de desembolsar R$ 2,70 para pagar R$ 2,58, e 15 centavos de diferença na compra de passagens com pagamentos em dinheiro, no valor reajustado de R$ 2,75 praticado recentemente em R$ 2,90. Mais de 80% dos passageiros de ônibus da cidade reservam as passagens com cartões.
Já faz dois anos que o município não sabe o que é alterar a tarifa rodoviária. Antes de o benefício chegar, a integração entre ônibus que circulam na capital já tem novidades.

Agora é possível embarcar em outro veículo de qualquer ponto, apenas que seja respeitado o prazo máximo de duas horas de viagem. Antes a tolerância era de apenas 30 minutos e as integrações só valiam dentro dos terminais rodoviários. Com bom censo, a prefeitura entendeu que o prazo antigo era muito curto para realizar as conexões e resolveu aumentar. A ideia de não pagar adicionais para seguir viagem em outros ônibus foi aprovada pela população.
O prefeito de Florianópolis também garantiu que estudantes da cidade que comprovarem baixa renda não precisarão mais pagar para usar o serviço rodoviário. A nova regra deve favorecer mais de 10 mil jovens da capital, adquirida com o passe-livre.

A prefeitura também quer estender os benefícios da tarifa social a todas as famílias carentes da cidade. Atualmente, apenas moradores da comunidade do Maciço do Morro da Cruz são incluídos no programa que dá direito a embarques de famílias com renda de até três salários mínimos ou receita individual de até meio salário mínimo.
A partir de agora, todos poderão garantir a economia. Pai, mãe e dois filhos que não tinham direito a tarifa social terá uma poupança mensal de R$ 210,82, levando em consideração a necessidade de viagens em 22 dias úteis.

Itapemirim passagens e outras 3 cobram o mesmo preço em SP

Viação Itapemirim passagens cobra o mesmo preço das concorrentes para viagens do Rio de Janeiro até São Paulo.

Preço entre as companhias é o mesmo entre SP e RJ.

A empresa de ônibus Itapemirim passagens e outras três companhias concorrentes estão cobrando o mesmo preço das passagens de ônibus para embarques na capital de São Paulo com destino para o Rio de Janeiro.
Em pesquisa realizada na segunda semana de janeiro, o preço de passagens rodoviárias a bordo de veículos convencionais era de R$ 74,50 para ir até a cidade maravilhosa e R$ 80,90 para os bilhetes de volta, independente da companhia de transporte rodoviário escolhida.
Por incrível que pareça, este é o único trajeto rodoviário onde todas as empresas de ônibus praticam o mesmo preço nas passagens correspondentes ao serviço mais tradicional e acessível. O caminho entre os dois famosos Estados está entre as dez maiores ligações do Brasil.

Mesmo assim, a diferença entre os valores mais altos e baixos dos trechos de ônibus nem se compara com o setor aéreo. Diferente do que acontece entre as companhias de aviação, apenas 12% separa o que é mais caro e barato nas dez viagens rodoviárias mais procuradas por passageiros brasileiros. Apesar disso, há algumas variações, como em viagens de Curitiba, no Paraná, até Florianópolis, em Santa Catarina. Lá a diferença entre a tarifa mais cara com relação a mais barata é de 38%. Por isso, antes de embarcar o ideal é pesquisar o melhor preço e reservar as passagens pela companhia desejada, em sites especializados na comercialização dos bilhetes.

Quem sai do Rio de Janeiro com destino para Juiz de Fora, em Minas Gerais, não vai ter problemas na hora de optar pela melhor empresa. O trajeto praticamente tem o mesmo valor entre as concorrentes.
Dados da Agência Nacional de Transportes Públicos (ANTT) revelam que o órgão quer leiloar as linhas interestaduais, incluindo o trecho que liga o Rio de Janeiro com São Paulo. A ideia é ampliar a concorrência em 41%, obrigando as empresas de transporte rodoviário a abaixarem suas tarifas de ônibus.
Só está linha é responsável por transportar 1,4 milhão de passageiros anualmente. Nela estão autorizadas a atuação das viações: Expresso Brasileiro, Viação Itapemirim, Expresso Kaiowa, Expresso do Sul, Auto Viação 1001 e Transportes Coletivos Brasil.

Viação Catarinense amplia opções de embarque no Paraná

Agência Pinheirão venda passagem de ônibus e realiza embarques para viagens de Curitiba.

Compre sua passagem para Curitiba sem ir a rodoviária.

Além de poder comprar as passagens de ônibus fora da capital do Paraná, é possível embarcar em um dos ônibus da viação Catarinense sem sair do terminal rodoviário da cidade. A empresa de ônibus que está presente nos estados de Santa Catarina, onde tem sede, Paraná e em São Paulo quer dar novas opções para os clientes que partem de Curitiba para outros destinos.
Quem mora no município vizinho da capital, em São José dos Pinhais, não precisará sair mais da cidade para seguir viagem com a auto viação.
Agora a companhia assumiu a administração de uma nova agência da cidade e está oferecendo estrutura própria para atender seus passageiros com exclusividade. O nome do prédio onde a agência está instalada é Pinheirão.

A unidade comercializa a venda de passagens para todos os horários disponíveis da viação Catarinense e do Expresso do Sul. Além disso, de lá podem ser feitos os embarques. O horário de funcionamento ao público é das 5h30 da manhã até as 23h30 da noite, durante toda a semana e dificilmente há filas.
Antes de esse local funcionar era preciso ir até a capital para pegar um dos ônibus pelas plataformas da Rodoferroviária de Curitiba.
A Agência Pinheirão está localizada na Rodovia BR 376, 2998 – Campina, São José dos Pinhais, no interior do Paraná. Para mais informações é só ligar no telefone (41) 3382-1132, ou pelo rádio Nextel, no número 54905*48. Há também o atendimento eletrônico pelo e-mail: pinheirao@catarinense.net.

Para quem tem interesse de comprar as passagens rodoviárias sem ter que ir até a rodoviária ou até mesmo na agência da companhia, pode optar pelas compras feitas na internet.
No site Quero Passagem, é possível escolher os melhores horários, pesquisar os preços, reservar a poltrona e pagar pela passagem de ônibus para Curitiba, sem sair do conforto e segurança de casa.
A viação Catarinense também disponibiliza este tipo de serviço na internet. Através de sua página eletrônica, o passageiro pode consultar os dias de embarque e comprar os bilhetes de ida e volta. Os pagamentos devem ser efetuados através de cartões de crédito ou boletos bancários.

Preço de passagens de ônibus do RJ sobe na 3º semana do ano

desconto em preço de passagem de ônibusO aumento no preço de passagens de ônibus para viagens nos coletivos intermunicipais entre Niterói e a capital carioca pegou todos os passageiros de surpresa, no começo dessa semana.
O reajuste de 5,7% aplicado pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) provocou descontentamento de quem soube da mudança só na hora.
Até o dia 13 de janeiro não havia se quer um cartaz avisando sobre o aumento nas passagens rodoviárias, pregado na Rodoviária João Goulart. A notícia só foi dada na própria roleta de embarque. A maioria dos usuários acredita que a falta de informação sobre a alteração no valor foi para minimizar as reclamações.
Agora viagens de ônibus com saídas de Niterói até a Praça XV ficaram R$ 0,25 mais caras.

Segundo consta no Diário Oficial da União o Detro apenas adotou o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidos Amplo, com base feita na medição da inflação. Os principais motivos pelo aumento são as revisões em insumos como combustíveis e os desacordos do setor.
Diferente do que aconteceu, o Ministério Público exige que os passageiros sejam devidamente avisados sobre os aumentos com pelo menos 10 dias de antecedência.
O comunicado sobre os preços das passagens de ônibus devem ficar visíveis em anúncios nos guichês, pontos de vendas do terminal e dentro dos ônibus.
O começo do ano também começou mais caro para usuários dos ônibus intermunicipais do Rio de Janeiro que moram na Baixada Fluminense. O preço mais caro também já chegou por lá.

Apesar da maioria dos passageiros ficarem surpresos com o aumento e não serem avisados, há aqueles que já estavam sabendo da alteração.
Membros das cooperativas de transporte e internautas que pesquisam os trajetos na internet antes de irem até os terminais rodoviários puderam se informar sobre o reajuste.
Estudantes e moradores da baixada também devem pagar R$ 0,25 a mais para qualquer passagem de ônibus. Os bilhetes que garantem o trajeto de Nova Iguaçu até a Praça XV passou de R$ 5,65 para R$ 5,95 e não tem previsão de quanto tempo o valor atual vai permanecer.
Para evitar surpresas e constrangimentos na hora de embarcar, a recomendação e pesquisar os preços na internet ou verificar mudanças nos guichês de atendimento de cada terminal.

Copyright © Preço de passagens de ônibus
CENTRAL DE PASSAGENS RODOVIÁRIAS

Built on Notes Blog Core
Powered by WordPress