Category passagens de ônibus

Horário de verão interrompe venda de passagens rodoviárias

Para evitar dúvidas no embarque durante o horário de verão, venda de passagens rodoviárias é suspensa.

Dúvida nos horários de ônibus.

O horário de verão que adianta uma hora no relógio dos brasileiros, fez com que a venda de passagens rodoviárias nas três rodoviárias de São Paulo fosse suspensa por pelo menos uma hora. Por causa do novo horário, praticado desde a madrugada do último domingo (19), os terminais rodoviários da capital paulista suspenderam seus embarques durante o momento da mudança do horário, que aconteceu entre as 0h e 0h59 de sábado para domingo. Neste período ninguém pôde reservar as passagens de ônibus para embarcar. Responsável pela proibição, a Socicam – empresa que administra as três estações rodoviárias de São Paulo, decidiu interromper a venda na marcação do novo horário, para evitar perdas e dúvidas na hora de viajar.

Quem chegou ou partiu do terminal Tietê (Zona Norte da capital), Barra Funda (Zona Oeste) ou Jabaquara (Zona Sul), às 23h59, não encontrou mudanças no local. Segundo a administradora, os veículos rodoviários com partidas marcadas até este horário, viajaram normalmente. Apesar da paralisação de uma hora, as empresas rodoviárias que operam em São Paulo aprovaram a medida, já que é comum gerar tumultos e confusões justamente no momento é que é feito o adiantamento dos ponteiros, para obedecer ao horário de verão. Durante o final de semana, a Socicam disponibilizou um atendimento telefônico para esclarecer dúvidas e informar passageiros sobre os horários de ônibus das rodoviárias da cidade.

As companhias de ônibus também foram liberadas para prestarem informações diretamente aos seus clientes. Mesmo com o movimento intenso, registrado diariamente nos corredores da rodoviária do Tietê, em soma as demais estações de transporte público e interestadual, poucas viagens rodoviárias neste período de interrupção acontecem nos terminais. A maioria dos embarques realizados neste horário é registrada em linhas de média e longa distância, por passageiros que querem viajar para outras cidades de São Paulo, ou até mesmo ir para outro Estado. O horário de verão acontece uma vez ao ano e dura toda a estação mais quente do ano, com intuito de estabilizar o nível de reservatórios de hidrelétricas, aumentando a produção sem ampliar o uso regular de energia elétrica.

Viagem de 20 minutos da Voeazul custa mais de R$ 1.500

Preço de passagem de avião é 100% mais caro do que rodoviário.

Preço de passagem de avião é 100% mais caro do que rodoviário.

Você já pensou em desembolsar mais de R$ 1.500 em apenas uma viagem aérea de 20 minutos? É isso que está acontecendo com passagens de avião pela voeazul para passageiros que querem deixar a capital baiana com destino a Feira de Santana. A simulação feita através do sistema de reserva online da companhia Azul Linhas Aéreas, apontou que o trajeto com duração de apenas 20 minutos, pode chegar a custar R$ 1.671,07 na tarifa flex, para passageiros que precisam viajar até o dia 14 de outubro. Com as taxas de embarque inclusas, a tarifa promocional para o mesmo trajeto sai em torno de R$ 110 mais barata.

Um dos responsáveis pelas relações institucionais da Azul garantiu que os valores podem mudar e ainda não foram atualizados porque a da Anac – Agência Nacional de Aviação Civil não autorizou. A linha entre os dois municípios baianos foi recentemente integrada pela empresa aérea que já possui outros oito voos regulares no Estado, que são: Valença, Porto Seguro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Lençóis, Barreiras, Paulo Afonso e Salvador. Os embarques aéreos com destino a Feira de Santana acontecem regularmente todas as terças e quintas. A Bahia é o terceiro estado do Brasil que mais recebe voos da empresa Azul e está na mira da empresa para receber mais serviços nos próximos anos.

Apesar do tempo de viagem ser bem mais demorado, quem prefere economizar e ir de ônibus, deve se deparar com uma diferença no preço da passagem, simplesmente absurda. Só pra se ter uma ideia, a viação Santana, uma das companhias rodoviárias que realizam o percurso de Salvador a Feira de Santana, cobra o preço médio de R$ 27,30 para cada embarque, sem a necessidade de reservas com muitos dias de antecedência ou preços em promoções. A viagem seguida pela companhia de ônibus está disponível todos os dias e tem duração de 1h30. Quem ainda acha que o serviço rodoviário está caro e prefere pesquisar, pode encontrar preços ainda mais acessíveis, que circulam entre R$ 20,80 a R$ 21,10 em viagens mais curtas, com duração de 1h50 em ônibus de categoria comercial.

Comprar passagem rodoviária x passagem aérea: o que é melhor?

Passagens aéreas devem ser pesquisas com antecedência.

Passagens aéreas devem ser pesquisas com antecedência.

Quem já sabe pra onde ir, mas ainda não se decidiu se sairá de casa de ônibus ou comprará a passagem aérea para embarcar, poderá confrontar as principais vantagens de cada serviço, para poder tomar a melhor opção. Desde a diferença no valor dos bilhetes, até o tempo das viagens, comprar passagem rodoviária ou de avião tem tornando a concorrência das empresas cada vez mais franca. Os que têm pouco tempo para encontrar promoções e reservar as passagens em dias de pouco movimento, com a intenção de pagar menos pelo embarque, deve preferir as passagens de ônibus. Diferente do que acontece no setor aéreo, adquirir a passagem de dia ou de noite, seja na segunda ou no final de semana, pouco influenciará no valor tarifário.

Apesar disso, quem se programa e reserva as passagens com antecedência pode conseguir boas vantagens, independente do transporte escolhido. Se o trajeto é muito longo, e a contratação dos serviços de uma auto viação está fora de cogitação, é preciso se informar com a aviação desejada sobre os melhores itinerários para garantir viagens baratas. Cada companhia aérea oferece ofertas e promoções exclusivas para baratear os voos. A internet de fato é uma importante aliada do consumidor e é por isso, que aproveita-lá antes de sair de casa, pode aliviar seu bolso. A dica para quem está em dúvida sobre preços e horários e ainda não se decidiu por qual empresa deverá viajar, é pesquisar e comparar valores através de sites especializados em turismo online.

Eles ajudam você a comparar preços com o tipo de serviço oferecido, e ainda disponibilizam a opção de compra sem ter que se deslocar até guichês de atendimento, seja nos terminais rodoviários ou nos aeroportos. Mesmo sendo evitados antes do embarque, parar nas plataformas das estações é um mal necessário, e é por essa razão que escolher as companhias de ônibus pode ser a melhor saída quando não se conhece nada da cidade onde será feito o desembarque. No geral, as rodoviárias são mais bem localizadas e mais acessíveis do que os aeroportos, entretanto, poucas tem estrutura física adequada para receber deficientes e são seguras.

Florianopolitano aprova valor das passagens de ônibus em 2014

Compra de passagens de onibus com cartao de credito

Pagar com cartão sai mais barato.

Da metade do ano pra cá, o preço para embarcar em ônibus urbanos da cidade de Florianópolis, capital de Santa Catarina, vem agradando a população. A redução de pelo menos 15 centavos proposta em junho deste ano, foi aprovada por aqueles que dependem do transporte para trabalhar. Quem paga as passagens de ônibus com dinheiro deixou de desembolsar R$ 2,90 para pagar a quantia de R$ 2,75. Já a tarifa cobrada no cartão, está sendo comercializada por R$ 2,70, ou seja, 12 centavos a menos do que o valor praticado. Além da diminuição na tarifa do transporte coletivo de Florianópolis, a prefeitura da cidade deu início a dois importantes benefícios no setor, recadastrando a Tarifa Social e abrindo o cadastro do Passe Livre. Os dois programas direcionados a passageiros de baixa renda, reduzem o preço pago para viajar em coletivos urbanos da capital.

Tarifa Social
A Tarifa Social é destinada a famílias carentes que comprovem renda de até três salários mínimos, reduzindo o valor das passagens para o preço fixo de R$ 1,66 aos ingressos que reservarem as passagens rodoviárias por meio do cartão. No dinheiro, a tarifa rodoviária também fica mais barata, chegando a ser cobrada no valor de R$ 1,95.  O beneficio é válido para as viagens através das linhas do Maciço do Morro da Cruz e com a reativação passou a valer para toda a cidade. Para se cadastrar é preciso apresentar na Passarela Nego Quirido, no Centro da Capital, ou na Secretaria de Assistência Social e Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a carteira de identidade, o CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho, título de eleitor e principalmente, comprovante de renda.

Passe Livre
É o beneficio que garante as viagens de ônibus gratuitas para famílias carentes que tenham estudantes com inscrição no cadastro municipal de assistência social. Para garantir o passe livre é preciso apresentar nos órgãos competentes, a certidão de nascimento ou carteira de identidade, atestado de frequência escolar atualizado, comprovante de residência, e comprovante de renda ou carteira de trabalho.

Auto viações querem aumentar preços de passagens de ônibus

Pedido de aumento do Setap levanta suspeitas.

Pedido de aumento do Setap levanta suspeitas.

Os embarques rodoviários de Macapá, no Amapá, podem ter os preços de passagens de ônibus mais caros do Brasil, se a prefeitura da cidade perder ação judicial movida pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Amapá (Setap). Segundo o órgão que representa as auto viações em circulação no município, o valor das passagens deve ficar 30% mais caro. Isso porque o setor está passado por dificuldades financeiras e não está conseguindo arcar com os custos de operação do sistema. Se a reajuste vigorar, o bilhete rodoviário comercializado por R$ 2,10 vai para R$ 2,75. A queixa feita pelo Setap diz que essa já é a quinta vez em que as empresas se reúnem para brigar pelo aumento. Segundo o sindicado, faz mais de 10 anos que a prefeitura não aprova um reajuste gradual no preço das passagens, levando em consideração o que está sendo gasto pelas companhias rodoviárias. Além de tudo, também está sendo feito o pedido da redução de tributos para a aquisição de óleo diesel, à Companhia de Trânsito e Transportes de Macapá (CTMac).

Enquanto o valor tarifário não é decidido, a sugestão da Setap é aumentar a passagem para R$ 2,50 na tentativa de minimizar os custos gerados com funcionários e com o combustível. A CTMac já se mostrou desfavorável ao pedido de aumento dos bilhetes. Segundo a diretora da instituição, o valor cobrado atualmente nas catracas já é compatível com a quantidade de ônibus e a qualidade oferecida pelo serviço. A frota que transporta a população atualmente é composta por 190 veículos. Ainda segundo a direção da CTMac, só no último ano, o setor registrou aumento de 1 milhão de passageiros e viu os impostos federais, estaduais e municipais caírem. Em contrapartida, o Ministério Público está investigando um esquema envolvendo diretores do sindicato e uma perita da Justiça que teriam fraudado em 2007 as planilhas de custos repassadas para a prefeitura de Macapá. As investigações apontam um acordo entre a perita e a direção do sindicato, a fim de aprovar todos os pedidos, sendo que o parecer autorizando o aumento foi elaborado pelo próprio Setap, com a inclusão de gastos inexistentes.

Quero Passagem busca afiliado para vender passagens rodoviárias

Passagem preço ônibus

Buscador também está disponível em Inglês e Espanhol

Estrangeiros que estão de olho em oportunidades do mercado brasileiro ou que apenas querem visitar o país em busca de diversão, podem contar com o serviço rodoviário e exclusivo da startup Quero Passagem. A agência que venda passagens rodoviárias pela internet, desde o final do ano passado, lançou recentemente um programa de parcerias para agregar opções de compras em sites de hotels e hotéis, que recebem com frequência, turistas e gringos vindos de várias partes do mundo. Quem possui um site também pode aderir o serviço de reserva online da empresa que recentemente vem liderando o posicionamento de palavras-chave nos motores de busca.

Basta apenas inserir em sua página virtual, o buscador de passagens oferecido pela Quero Passagem, sem custo algum. Com ele, o afiliado poderá comercializar mais de 3 mil destinos rodoviários por todo o país, dispondo das melhores auto viações do Brasil. Todos os afiliados têm acesso a um painel administrativo para poder acompanhar suas vendas e o melhor, podem lucrar, por meio de comissões em cada bilhete rodoviário comercializado dentro do seu próprio site. Os que apenas oferecem estadias para quem mora fora do Brasil e se comunica em outras línguas, também pode optar pelos buscadores na versão inglês ou espanhol. Além da versatilidade no idioma, o site foi o primeiro do setor a implantar um sistema que facilita de compra de passagens para estrangeiros, oferecendo reservas com formas de pagamento através de cartões de crédito internacional e sem apresentação do CPF.

A agência de turismo online também é uma boa opção na hora de pesquisar e reservar as poltronas em viagens rodoviárias, para aqueles que não desgrudam dos dispositivos móveis. O site está disponível para navegação em tabletes e celulares com internet (smartphones) e reúne uma série de informações e dicas importantes na hora de viajar. Com a intenção de auxiliar quem procura o melhor serviço rodoviário na internet, a Quero Passagem também firmou uma parceria com o Busca Ônibus – maior portal de informação sobre companhias de ônibus do Brasil e o único que agrega as melhores agências de turismo online.

Valor da passagem decola enquanto faturamento das aviações cai

Procura por passagens rodoviárias sobe, mas faturamento cai.

Procura por passagens rodoviárias sobe, mas faturamento cai.

A preferência pelas viagens aéreas na hora de desembarcar em outro Estado ou simplesmente viajar em longas distâncias, não tem garantido bons negócios ao setor de aviação brasileiro. Segundo pesquisa da Anac – Agência Nacional de Aviação Civil, a maioria das grandes empresas de avião, com atuação no país está operando no vermelho e apesar da boa quantidade de vendas de passagens aéreas, não tem muito que comemorar. Dos últimos anos pra cá, o ônibus que até então era considerado o serviço de transporte mais popular, passou a ser apenas uma opção boa e barata. Serviço deixado de lado pelo paraibano Renato Alvez que percorre cerca de 2 mil km até o Rio de Janeiro para visitar a família. Para ele o tempo de viagem neste tipo de trajeto é o que mais conta na hora de reservar as passagens. O valor da passagem de ônibus também pode não compensar dependendo do dia e das promoções oferecidas por companhias aéreas. É o caso do eletricista Marcos, que economizou alguns trocados e reduziu a duração da viagem em mais de 40 horas.

Foi desde 2004 que o setor aéreo passou a se popularizar e roubar boa parte do número de passageiros rodoviários, chegando a subtrair 15% das compras rodoviárias para viagens de longa distância. Mesmo com a baixa, as companhias de ônibus ainda são responsáveis por transportar mais de 56,8 milhões de passageiros em linhas interestaduais. Por outro lado, só no ano passado, mais de 50 milhões de brasileiros migraram dos ônibus para dentro das aeronaves, um aumento de mais de 150% no fluxo das viagens aéreas. O problema é que o crescimento nos aeroportos não está favorecendo as empresas de aviação, já que as receitas não são capazes de cobrirem os custos operacionais, e por isso, o preço das passagens deve ser o primeiro item a sentir a discrepância entre as realidades que cercam o setor. Segundo especialistas, a tendência daqui pra frente é pagar mais caro pelos embarques em linhas de longa distância, uma situação que pode reverter este quadro nos próximos anos.

Passagens de ônibus de estudante devem ser validadas em Fortaleza

Carteirinhas de estudantes 2013 perdem validade.

Carteirinhas de estudantes 2013 perdem validade.

Já fazem duas semanas que estudantes da rede pública de ensino de Fortaleza não puderam embarcar no transporte público da cidade. O motivo, a validade das carteirinhas de estudantes que eram utilizadas no lugar das passagens de ônibus desde 2012. Quem não fez o pedido e perdeu o prazo para validar o beneficio novamente terá que pagar o valor integral nas viagens rodoviárias. Júlio Ferreira, estudante universitário da capital viaja em quatro ônibus diariamente, e com a carteirinha só pagava o valor de meia passagem. Agora ele e centenas de estudantes terão que apresentar o novo documento para continuar economizando com o transporte. Sem prorrogação, o prazo para garantir os embarques com desconto foi até o dia 15 de agosto, um dia antes das carteirinhas antigas perderem a validade nas catracas.

De acordo com o superintende do vale transporte do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), Paulo César Viera, o prazo já foi prorrogado várias vezes e a validade que era para entrar em vigor desde maio deste ano só está sendo praticada agora. Apesar de mais de 300 mil documentos estudantis já serem regularizados, Paulo Viera acredita que faltou planejamento e organização por parte de muitos jovens na hora de pedir a nova documentação. “Não foi por falta de acesso e nem de divulgação que muitos estudantes perderam o prazo. Realizamos o atendimento em todos os terminais rodoviários e intensificamos a regularização das carteirinhas em vários pontos da cidade”, explica. Os que estudam em escolas públicas tiveram que procurar a direção da instituição. Já os que ingressos em escolas particulares foram orientados a se cadastrarem e emitirem boleto bancário no site da Etufor.

Manifestações
Vários estudantes de Fortaleza se reuniram nos terminais de ônibus em protesto a favor da validade das antigas carteirinhas estudantes adiando por inúmeras vezes a nova regularização proposta pela Etufor. Durante as manifestações, houve intervenção da polícia que também confrontou com usuários de ônibus indignados com os valores das passagens. Os manifestantes foram atingidos com spray de pimenta, balas de borracha e bombas de efeito moral e de gás lacrimogênio.

Valor da passagem de ônibus de Paranavaí sobe pela segunda vez

O preço de passagens rodoviárias para linhas interestaduais está mais caro em Belém do Pará, durante o feriado de Carnaval.

É preciso aposentar o carro para baratear as passagens.

Esta já é a segunda vez que a prefeitura de Paranavaí anuncia reajustes no valor da passagem de ônibus rodoviários. O último aumento registrado há oito meses na cidade paranaense elevou o preço tarifário para R$ 2,55 que agora passa a ser comercializado em R$ 2,70. O acrescimento de 6,5% nas passagens rodoviárias é visto como necessário pela companhia responsável pelo transporte municipal, a Viação Cidade Paranavaí. No último reajuste promovido no final de ano passado, o preço das passagens ficou R$ 0,14 mais caro.

Segundo gerente da companhia Cidade Paranavaí, desde 2012 a empresa está trabalhando no limite sem poder lucrar com a defasagem das tarifas em comparação com o que é gasto nos combustíveis, em operação e no piso salarial dos motoristas que passaram a receber um aumento de 32% em carteira. Apesar de o prefeito Rogério Lorenzetti não subsidiar o transporte público da cidade, precisa aprovar cada alteração no preço das passagens de ônibus, já que é ele quem paga metade das gratuidades nas passagens de ônibus de estudantes e idosos do município, além de regularizar o serviço. Mesmo com o espanto no novo valor praticado na rodoviária de Paranavaí desde o dia 6 de agosto, a Câmara Municipal garante que o custo poderia ter sido ainda maior se a tarifa rodoviária se baseasse no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) e no salário mínimo.

O reajuste é um realinhamento de preços e demanda que deve ser feito todos os anos para que não haja aumentos descomunais de uma só vez. A Viação Cidade Paranavaí atende 16 linhas com ajuda de 15 ônibus rodoviários que transitam por todos os pontos da cidade de hora em hora. A empresa conta com 42 motoristas registrados e não possui nenhum cobrador. A direção da companhia rodoviária garante que a frota rodoviária é renovada a cada quatro anos e meio. Para a auto viação, quanto menos o transporte coletivo for utilizado e mais pessoas preferirem andar de carro e de moto, mais difícil será de encontrar passagens rodoviárias a preços baixos.

Comprar passagem rodoviária em Curitiba tem que ser no cartão

Micro-ônibus de Curitiba só aceitam pagamento com cartão.

Micro-ônibus de Curitiba só aceitam pagamento com cartão.

Chegou o fim da cobrança de passagens de ônibus com dinheiro em viagens no transporte coletivo da capital do Paraná. A partir do dia 1 de agosto, os micro-ônibus de Curitiba só receberam pagamentos com o cartão-transporte. Os veículos que dispensam serviços do cobrador em pelo menos em 62 linhas da cidade, estão passando por uma série de mudanças promovidas pela Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs). Para não atrapalhar a vida de quem precisa comprar passagem rodoviária, a empresa de urbanização vem intensificando a venda dos cartões magnéticos nas últimas duas semanas. Mais três pontos de emissão dos cartões já estão funcionando, assim como acontece nos terminais rodoviários Cabral e Santa Felicidade e também na Rua Nestor de Castro, com atendimento das 7 às 19h e das 7h às 12h entre segunda e sexta-feira, e com horários especiais aos sábados.

Todos os postos em funcionamento passaram a vender os bilhetes rodoviários também no sábado. 23 bancas de jornal já cadastradas devem oferecer os cartões de transporte assim que o serviço se tornará obrigatório. Será possível a compra de cartões avulsos, já carregados com 25 créditos e ainda fazer recargas em cartões atuais em qualquer um dos postos de atendimento. O Cartão-Transporte aceita recarga de até 220 créditos. Com eles dá para andar de ônibus o mês inteiro sem se preocupar com pagamentos. A Urbs garante que até o final de 2014, mais pontos comercias e outras bancas de jornais de Curitiba deverão vender o serviço.

Os descontos promovidos aos domingos, com redução no preço das passagens de R$ 2,70 para R$ 1,50 também será garantida pelo uso dos cartões. A tarifa domingueira é válida em todas as linhas da Rede Integrada de Transporte (RIT). A novidade vai valer como teste para que outras capitais brasileiras sigam o mesmo exemplo de Curitiba. Se o usuário responder bem aos pagamentos com exclusividade dos cartões, certamente, serviços desse tipo se tornaram mais comum nos pagamentos de passagens rodoviárias. Além de serem mais práticos e seguros na hora de embarcar, os créditos dos cartões são acumulativos e podem ser gastos apenas quando o usuário precisar.

Copyright © Preço de passagens de ônibus
CENTRAL DE PASSAGENS RODOVIÁRIAS

Built on Notes Blog Core
Powered by WordPress