Category Passagem Grátis

Riscos da Black Friday na compra de passagens rodoviárias

Black Friday Enquanto várias empresas oferecem ótimas opções de pagamento e ofertas em seus produtos e serviços, outras aproveitam a oportunidade para aplicar verdadeiras “peças” em seus clientes. Por isso, além de pesquisar e aproveitar os preços baixos é preciso ficar atento a propagandas enganosas, principalmente quando o assunto é viagem. Segundo especialistas de dois dos principais e-commerces especializados na venda de passagens de ônibus pela internet, o serviço rodoviário é um dos que o consumidor tem de ficar mais atento para não ser enganado com promoções e descontos.

A regularização que proibi o aumento no preço das passagens interestaduais no Brasil já é um dos apostes para evitar a Black Friday. Se eu posso adquirir um produto do meu interesse, pelo mesmo preço, no momento em que for mais conveniente para mim, por qual motivo então eu deveria me precipitar e validar a compra durante este período de promoção das vendas? Essa é a pergunta que o consumidor deve se fazer, antes de abrir a tela do computador em busca de novas oportunidades. A Quero Passagem, lançada em setembro de 2013 para venda do serviço rodoviário na internet, entende que as promoções de maior relevância oferecidas pela concorrência, nesta ocasião, podem ser uma estratégia de venda pontual de linhas e itinerários com baixa procura e das últimas reservas de uma passagem mais concorrida.

Tudo isso é feito para atrair mais visibilidade ao site e consequentemente gerar maior número de vendas ao longo dos meses. É como se as empresas abrissem mão da margem de lucro para aumentarem suas vendas no próximo fechamento. É por isso que o consumidor precisa conhecer bem a plataforma que está contratando o serviço e sempre desconfiar de descontos oferecidos nestes canais de vendas, já que a margem de comissão sobre a comercialização das passagens não permite a oferta de grandes descontos. Se o desconto for superior a 20%, desconfie antes de finalizar sua compra.

Descubra qual é a passagem de ônibus mais barata do Brasil

passagem ônibus baratoCom apenas R$ 1, Carlos Cesar saí do município de Baião até Mocajuba, no interior do Pará. Este é um dos trajetos ao lado de cidades piauienses Cristiano Castro e Palmeira do Piauí e entre os municípios potiguares Espírito Santo e Várzea com a passagem de ônibus mais barata do Brasil. Os dados são de um estudo inédito realizado pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística sobre a rede urbana brasileira de transporte público coletivo, denominado “Ligações Rodoviárias e Hidroviárias 2016”. Em contrapartida, quem tem medo de voar e quer sair de Fortaleza com destino a Pelotas, no Rio Grande do Sul, paga em média R$ 950 por uma passagem de ida, considerada pela pesquisa, a mais cara do Brasil.

O trajeto é operado pela viação Nossa Senhora da Penha e pode ser reservado pela internet – mas pode ficar mais barato, se o passageiro comprar diretamente no guichê e se isentar das taxas de comercialização online, pagando uma média de R$ 930. A viagem de ônibus é feita em 4.530 quilômetros, em torno de 80 horas, ou seja, em mais de três dias. A pesquisa que tem capacidade para coletar amostras em pares de cidades com abrangência nacional, revela que há várias curiosidades sobre as operações do serviço de transporte público brasileiro, vamos ver?

Números e dados sobre o transporte rodoviário do Brasil

Você sabia que há ao menos 320 municípios sem nenhum tipo de transporte público? Pois é, a pesquisa mostra que a população de mais de 300 cidades se utiliza apenas de transporte particular, mesmo considerando que existem 65.639 possibilidades de ligações rodoviários autorizadas, em 5.423 municípios brasileiros, operados por transportes públicos coletivos intermunicipais. Para quem acha que São Paulo tem o maior fluxo de ônibus para trechos individuais, se enganou! O trajeto de ida e volta mais o frequente do Brasil é entre cidades de Pernambuco, de Carpina a Paudalho.

Transporte gratuito em Sorocaba contempla 80 mil idosos

passagem para idosoO serviço de transporte público em Sorocaba tem dado atenção especial aos idosos do município e ampliou os projetos para dar total gratuidade para o uso do transporte na cidade. Cerca de 80 mil sorocabanos com mais de 60 anos têm direito à gratuidade no transporte coletivo municipal que é gerenciado pela Urbes – Trânsito e Transportes. Da mesma forma que dispõem do benefício em Sorocaba, esses mesmos idosos podem usufruir da gratuidade nos ônibus que fazem o transporte de passageiros de uma cidade para outra. De acordo com o artigo 22, do Decreto 13.826, pessoas a partir de 60 anos e residentes em Sorocaba têm gratuidade no transporte coletivo municipal por meio do cartão sênior, que também é fornecido gratuitamente.

Para solicitar o cartão sênior, o cidadão deve comparecer na central de atendimento instalada no Terminal São Paulo, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, ou em uma das unidades da Casa do Cidadão, cujo atendimento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, com um comprovante de endereço e um documento oficial que comprove a idade e retirar gratuitamente o cartão sênior. Segundo a Urbes – Trânsito e Transportes, o benefício é válido somente para moradores de Sorocaba, conforme discrimina a legislação municipal. A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), que gerencia e fiscaliza o transporte rodoviário intermunicipal, informou que pessoas com 60 anos em diante têm direito à gratuidade nas tarifas cobradas em viagens rodoviárias feitas por ônibus entre os municípios.

Esclarece, entretanto, que a gratuidade é limitada a duas passagens por veículo. Para ter direito ao benefício, o idoso deve fazer a reserva no ponto de venda de passagens com, no mínimo, 24 horas de antecedência e no máximo cinco dias, justamente porque os ônibus que fazem essas linhas têm poltronas numeradas e uma única porta para embarque e desembarque. No momento da reserva, é preciso fornecer os números do CPF e do RG. Ao embarcar, a pessoa precisa apresentar também o documento pessoal de identidade original (RG ou CNH).

Investimento em BRT pode encarecer passagens de ônibus em PE

Ônibus articulados de Recife estão parados.

Ônibus articulados de Recife estão parados.

O investimento milionário para adquirir mais de 150 BRTs (ônibus articulados) em Recife, pode obrigar o estado pernambucano a reajustar o valor das passagens de ônibus, antes do ano novo chegar. Por causa dos altos investimentos para modernizar a frota rodoviária da capital, além da defasagem no preço praticado pelas catracas e a falta de subsídio, companhias de ônibus em operação já fazem pressão em cima do Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano, para que haja um aumento de pelo menos 24,2%. Se o novo preço for aceito pelos órgãos competentes, a passagem rodoviária que vale atualmente R$ 2,15 passará a ser comercializada em R$ 2,67. O que está mais próximo de acontecer é um reajuste de 16,3%, elevando o valor da passagem em R$ 2,50.

Para o presidente do Grande Recife, se o valor não for aumentado em pelo menos R$ 2,67, outras fontes de subsídios deverão acontecer. Já que o setor está há incríveis três anos sem se quer ter um aumento tarifário. Segundo o sindicato, a compra dos ônibus articulados no valor de R$ 750 mil cada, também impossibilitou a renovação da frota rodoviária, que poderia estar abaixo dos 4,3 anos de circulação. Para cumprir com o compromisso previsto nas concessões, as auto viações deixaram de pagar o PIS/Cofins em maio do ano passado e foram desoneradas do ICMS sobre o combustível em junho. Juntos os dois impostos somam 12,15% dos custos de operação das transportadoras.

Outra alternativa, além do aumento nos bilhetes rodoviário, seria a o governo assumir as despesas geradas pelas gratuidades a idosos e outras classes favorecidas. Atualmente, mais de 35 mil usuários embarcam nos ônibus sem pagar, enquanto outros 53,1 mil acompanham as viagens sem comprar a passagem de ônibus. 42% dos benefícios são gerados aos deficientes físicos e 45% aos mentais. O número de novos pedidos de gratuidade se mantém em mais de 1 mil ao mês. Idosos, policiais, carteiros e estudantes também entram na conta. Só a meia gratuidade para os estudantes representa uma redução na receita bruta de 14,48%. O novo valor deve começar a valer a partir do ano que vem.

Subsídio aumenta para compensar valor da passagem de Sorocaba

Subsídio de gratuidades no transporte rodoviário.

Subsídio de gratuidades no transporte rodoviário.

No ano que vem, cerca de R$ 36 milhões deverão ser gastos para subsidiar o transporte público de Sorocaba. A estimativa que prevê aumento de 25% no orçamento comparado com o que foi gasto este ano, faz parte do montante não arrecadado nas viagens de ônibus grátis para idosos, ou em tarifas reduzidas, concedidas em programas realizados pelas companhias rodoviárias. Pelos números da Urbes – Trânsito e Transportes, a cidade paulista tem um custo anual de R$ 200 milhões para fixar o valor da passagem de ônibus. Para garantir as gratuidades embutidas neste valor, é preciso que a própria autarquia desembolse R$ 29,5 milhões do seu orçamento, com o repasse municipal de R$ 6,5 milhões, para completar a diferença.

Com este investimento é possível garantir o transporte coletivo de pelo menos 4,9 milhões de passageiros, todo o mês. É esse número que determina quanto as concessionárias irão faturar no final do mês, mesmo quando elas liberam a passagem de idosos e outros grupos favorecidos. Segundo a Urbes, até setembro deste ano, R$ 26 milhões já foram gastos em subsídios para as empresas de ônibus de Sorocaba. Deste total, cerca de R$ 2,8 milhões foram financiados para cobrir as despesas de operação das companhias. O subsídio ao sistema de transporte coletivo é gerado através dos custos não cobertos pela tarifa pública, como a Integração Temporal, a Redução Tarifária (programa Domingão); Serviço de Transporte Especial e as gratuidades que no município paulista, prevê o embarque gratuito de passageiros entre 60 e 64 anos.

Nos últimos anos, a procura pelas passagens de ônibus coletivo da cidade vem registrando aumentos de 2% a 3% anuais. Apesar de o número ser pequeno, está entusiasmando responsáveis por órgãos que controlam o setor rodoviário de Sorocaba. De qualquer maneira, é preciso acompanhar a situação em que o brasileiro enfrenta no seu cotidiano. É importante estar sempre em observação para avaliar qual é a situação real da economia e da parte social do país, já que desempregos e alta dos impostos podem reduzir significativamente o número de interessando no transporte público de médias e grandes cidades.

Itapemirim passagens oferece promoção para fidelizar cliente

O preço de passagens rodoviárias para linhas interestaduais está mais caro em Belém do Pará, durante o feriado de Carnaval.

Itapemirim dá descontos no aluguel do carro.

Quem embarca nos ônibus rodoviários da Itapemirim passagens não tem do que reclamar com as promoções e os programas de fidelização promovidos pela auto viação. Afinal, é possível garantir bons descontos e até viajar de graça, dependendo da promoção. Os que viajam entre as capitais de São Paulo e Vitória podem pagar apenas R$ 49 para reservar a passagem rodoviária de ida ou de volta, e até parcelar o valor em 3 vezes. Isso tudo, graças a uma promoção por tempo limitado que tem validade é o final do mês que vem. O bilhete para realizar o trajeto dá direito de embarques em ônibus convencionais ou semileitos da viação Itapemirim.

Além dessa vantagem, a companhia de ônibus também resolveu facilitar a vida de quem reside em Brasília e quer chegar até a cidade maravilhosa, andando de ônibus. A linha interestadual que interliga a região centro-oeste com o sudeste do Brasil, sai por apenas R$ 89 para ir ou voltar, e também pode ser reservada em até 3 vezes. É preciso se antecipar para garantir uma poltrona nos ônibus credenciadas com essa promoção, que também tem duração até o dia 30 de novembro. Graças a uma parceria comercial com a empresa Movida Rent a Car, a viação Itapemirim está concedendo vários descontos para quem alugar um carro na empresa, assim que desembarcar no terminal rodoviário.

Além de economizar com o transporte, a viação rodoviária garante diárias gratuitas no plano semanal, oferece GPS por R$ 9,90 a diária e garante descontos de até 45% em cada locação. As parcerias e as promoções, ao lado de programas de fidelização, ajudam a cativar os clientes e dar a oportunidade de novos passageiros conhecerem os serviços rodoviários de uma das empresas mais antigas do país. Em um de seus programas, quem viaja cinco vezes nas linhas rodoviárias participantes, tem direito de uma viagem grátis pelo mesmo trecho.  A promoção também vai até o final do mês que vem e é válida para as linhas interestaduais entre Rio de Janeiro e Brasília, Brasília e Rio de Janeiro, Brasília e Juiz de Fora, e Juiz de Gora e Brasília.

Passagens rodoviárias irregulares estão na rota da ANTT

ANTT está fiscalizando veículos irregulares.

ANTT está fiscalizando veículos irregulares.

Novas regras de controle e combate contra o transporte irregular passaram a perseguir quem venda passagens rodoviárias ilegalmente em terminais rodoviárias do Brasil. Desde março, a ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres que regulariza o transporte rodoviário do país já apreendeu vários veículos infratores e suspendeu em mais de 72 horas de operação de quem estava circulando sem respeitar as normas previstas por lei. O reforço contra a pirataria, já afastou das ruas 250 ônibus, o que garante que pelo menos 10 mil usuários do serviço rodoviário estão embarcando em companhias de ônibus regulares. Assim que os veículos irregulares são descobertos pela ANTT, as viagens são asseguradas até o ponto final, com parada nas rodoviárias indicadas no trajeto.

Segundo documento da agência reguladora, o transporte clandestino não garante os direitos do passageiro previstos por lei, e o pior coloca o usuário em situação de vulnerabilidade após transportarem seus clientes em frotas sucateadas e veículos sem manutenção adequada. O compromisso dos infratores em casos de acidentes e outros imprevistos também não são praticados, assim como acontece com a gratuidade em passagens de ônibus oferecidos para idosos com mais de 65 anos, remarcação de passagens e baldeações quando o ônibus em transporte apresenta falha mecânica. A Receita Federal, Receitas Estaduais, Polícia Rodoviária Federal e Polícias Militares também participam e acompanham o processo de inibição do transporte rodoviário clandestino que além de não cumprirem as normas de operação, sonegam impostos, facilitam o contrabando e em alguns casos utilizam os veículos para transportar armas e drogas.

O número apontado pela fiscalização que mais surpreende é em relação ao transporte rodoviário de linhas interestaduais de passageiros, representado por cerca de 5% das empresas clandestinas que realizam viagens irregulares com maior intensidade ou não dependendo da localização. Quem compra as passagens de ônibus interestaduais precisa ficar de olho nos embarques de longa distância que ligam o eixo norte ao nordeste do Brasil, principalmente entre viagens do Pará e Maranhão ao Centro-Oeste e Sudeste, e Goiás e São Paulo. O Brás, em São Paulo é o ponto principal do transporte clandestino realizados no estado paulista e outras regiões vizinhas.

Passagens de ônibus de Curitiba não são cobradas durante greve

Torcedores estrangeiros aprovam transporte de Curitiba.

Torcedores estrangeiros aprovam transporte de Curitiba.

Passageiros do transporte público da capital do Paraná se deram bem com a greve dos cobradores. Todos que embarcaram nos ônibus durante a manhã da última quinta-feira (26) não precisaram comprar as passagens de ônibus.
A paralisação não foi aceita pelos motoristas, e o fluxo das viagens rodoviárias não foi comprometido em nenhuma linha de ônibus. Apenas a passagem rodoviária para linha turismo, comprada por R$ 29, continuou sendo vendida.
Sem previsão para ter um fim, a greve promovida por cobradores começou no dia 26 de junho com aval do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc).

Foi o sindicato que se reuniu com companhias rodoviárias que trabalham na cidade para promover a paralisação em forma de protesto. Sem acordo, as reinvindicações foram parar no Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR). Durante a semana passada, já foram realizados duas audiências com a intenção de negociar os pedidos dos cobradores, que ainda seguem insatisfeitos e não querem saber de voltar ao trabalho.
Segundo a prefeitura de Curitiba, a gratuidade repentina também está ligada com a Copa do Mundo, já que na quinta-feira, a capital recebeu o último jogo do Mundial na Arena da Baixada, entre o confronto das seleções de Rússia e Argélia.
A linha Circular Copa e os ônibus que levavam torcedores e turistas para a Fan Fest, na Pedreira Paulo Leminski, também circularam normalmente.

Apesar de afirmarem que estavam com receio das greves nos transportes rodoviários, turistas estrangeiros que vieram ao Brasil por causa da Copa, relataram que não foram prejudicados por causa das paradas. Muitos elogiaram o sistema de transporte de Curitiba e aprovaram as linhas especiais para transportar torcedores até os estádios de futebol. Usuários do serviço rodoviário se mostraram favoráveis à greve, desde que os protestos não comprometa a locomoção das pessoas.
Mesmo trabalhando, os motoristas também não parecem estar satisfeitos. Muitos estão reclamando das multas que irão receber caso subam em cima de calçadas ou se envolvam com acidentes no trânsito. A dupla função, proibida por lei em Curitiba, que proíbe que o motorista exerça também a profissão de cobrador, ainda não está sendo cumprida por todas as empresas de ônibus.

Florianópolis terá passagem de ônibus barata pela 1ª vez

Concorrência no setor aéreo faz companhias de avião baixarem os preços das passagens para Copa do Mundo.

Florianópolis terá passagem de ônibus barata em Agosto.

Depois que a Copa do Mundo acabar, moradores da capital de Santa Catarina poderão comprar passagem de ônibus barata pela primeira vez na história da cidade.
Segundo anúncio oficial do prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Júnior, a tarifa das passagens rodoviárias irá diminuir a partir do dia 1 de agosto.
Para quem paga o voucher com cartões de crédito terá desconto de 12 centavos, deixando de desembolsar R$ 2,70 para pagar R$ 2,58, e 15 centavos de diferença na compra de passagens com pagamentos em dinheiro, no valor reajustado de R$ 2,75 praticado recentemente em R$ 2,90. Mais de 80% dos passageiros de ônibus da cidade reservam as passagens com cartões.
Já faz dois anos que o município não sabe o que é alterar a tarifa rodoviária. Antes de o benefício chegar, a integração entre ônibus que circulam na capital já tem novidades.

Agora é possível embarcar em outro veículo de qualquer ponto, apenas que seja respeitado o prazo máximo de duas horas de viagem. Antes a tolerância era de apenas 30 minutos e as integrações só valiam dentro dos terminais rodoviários. Com bom censo, a prefeitura entendeu que o prazo antigo era muito curto para realizar as conexões e resolveu aumentar. A ideia de não pagar adicionais para seguir viagem em outros ônibus foi aprovada pela população.
O prefeito de Florianópolis também garantiu que estudantes da cidade que comprovarem baixa renda não precisarão mais pagar para usar o serviço rodoviário. A nova regra deve favorecer mais de 10 mil jovens da capital, adquirida com o passe-livre.

A prefeitura também quer estender os benefícios da tarifa social a todas as famílias carentes da cidade. Atualmente, apenas moradores da comunidade do Maciço do Morro da Cruz são incluídos no programa que dá direito a embarques de famílias com renda de até três salários mínimos ou receita individual de até meio salário mínimo.
A partir de agora, todos poderão garantir a economia. Pai, mãe e dois filhos que não tinham direito a tarifa social terá uma poupança mensal de R$ 210,82, levando em consideração a necessidade de viagens em 22 dias úteis.

Preços de passagens de ônibus comprometem orçamento de gaúchos

Viação Itapemirim passagens cobra o mesmo preço das concorrentes para viagens do Rio de Janeiro até São Paulo.

Preço de passagens prejudica orçamento de porto-alegrenses.

O aumento nos preços de passagens de ônibus que acabou de entrar em ação em veículos que circulam na capital do Rio Grande do Sul, está causando impactos negativos no orçamento de várias famílias porto-alegrenses.
De acordo com a Fundação Getúlio Vargas – FGV, quem recebe entre um e 33 salários mínimos está incluído no grupo dos que somam prejuízos de até 2% da receita líquida que sobra final de cada mês.
O valor é superior ao que é gasto para comprar carne bovina, mas mesmo assim está bem abaixo dos índices de inflação, que chegaram a somar 7,16% no último ano.

Desde o dia 7 de abril, a tarifa rodoviária está 15 centavos mais cara do que vinha sendo praticado no começo do ano.  Agora as passagens rodoviárias estão valendo R$ 2,95 com reajuste de 5,6%.
Apenas os que embarcam nos ônibus com o Cartão TRI podem escapar do aumento por pelo menos dois meses, caso haja créditos para serem aproveitados nas roletas.
As passagens de lotações também ficaram 10 centavos mais caras.
O prefeito de Porto Alegre aumentou o preço das viagens de ônibus por causa dos aumentos salariais, da elevação no preço dos combustíveis e diminuição no número dos passageiros que pagam o valor integral da passagem.

Fora os problemas com os reajustes das passagens, a cidade aguarda a primeira licitação do transporte coletivo, já realizada na história. O prazo para companhias de ônibus apresentarem as propostas vai até o dia 3 de junho com projeção de seis meses até que os novos operadores possam estar ativos pelas ruas da capital. Tudo deve ficar pronto daqui um ano.
Hoje em dia, apenas 28% dos que embarcam em ônibus de Porto Alegre pagam os bilhetes rodoviários em dinheiro. Do restante, 32% são isentos da tarifa (aposentados e estudantes) e outros 40% contribuem com o valor, através do cartão TRI.
Muitos dos tripulantes de ônibus que aproveitam o serviço diariamente recebem o vale-transporte de empresas, como benefícios, descontando 6% do vencimento na folha salarial. Em Porto Alegre também é comum o subsídio total no valor das tarifas de ônibus.

Copyright © Preço de passagens de ônibus
CENTRAL DE PASSAGENS RODOVIÁRIAS

Built on Notes Blog Core
Powered by WordPress